Home Roy Lacerda

PMDB INICIA ATAQUE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A base aliada do Planalto rachou. O PMDB Insatisfeito com o tratamento recebido pela Presidanta, desde o inicio do governo, aproveita a situação atual do país e começa uma pauta de projetos a ser aprovados nos próximos meses, bloqueando assim, o plebiscito. Alguns Ministros na reunião de ontem queixaram-se à Presidanta do pouco caso quanto a liberação de verbas e baixo investimentos. Na verdade, a classe política não tem interesse em nenhuma reforma que atinja as eleições de 2014. Querem que as mordomias e similares continuem por mais quatro anos. Em suma: políticos brasileiros não tomam jeito. Querem a todo custo, continuar "mamando e muito, nas tetas do governo',  ignorando assim, os clamores popular nas ruas.

Por: Roy Lacerda.

UM PAÍS ATÔNITO!

EDITORIAL:

O povo toma as ruas. A economia desanda. Os políticos batem cabeça. E o Governo? muda de assunto. O plebliscito proposto pela Presidanta, é golpe! Ninguem de bom-senso discorda de que o Brasil precisa de uma reforma do sistema política e que não necessita ser via consulta popular. O Congresso Nacional é o orgão que tem compentencia para tal. A pressão popular nas ruas provam que funciona e funcionará sempre. O planalto enta ganhar tempo an resposta mas, pode pagar muito caro. A canetada da Presidanta pode ser dada agora. Corte-se a frota de carros oficiais, verbas de gabinetes, custos de telefonia e correios dentre outros. Já que o governo nas tres esferas não faz o dever de casa, a nação resolveu dizer: "se não vai por bem, VAI NO GRITO! As manifestações continuam nas ruas. O alerta continua sendo dado. A luz amarela continua acessa e com intensidade.

PRESIDANTA: QUEM PAGA PRA VER, VER DEMAIS! A crise, é tua.

Por Roy Lacerda.

UM PAÍS ATÔNITO!

EDITORIAL:

O povo toma as ruas. A economia desanda. Os políticos batem cabeça. E o Governo? muda de assunto. O plebliscito proposto pela Presidanta, é golpe! Ninguem de bom-senso discorda de que o Brasil precisa de uma reforma do sistema política e que não necessita ser via consulta popular. O Congresso Nacional é o orgão que tem compentencia para tal. A pressão popular nas ruas prova que funciona e funcionará sempre. O Planalto tenta ganhar tempo na resposta mas, pode pagar muito caro. A canetada da Presidanta pode ser dada agora. Corte-se a frota de carros oficiais, verbas de gabinetes, custos de telefonia e correios dentre outros. Já que o governo nas tres esferas não faz o dever de casa, a nação resolveu dizer: "se não vai por bem, VAI NO GRITO! As manifestações continuam nas ruas. O alerta continua sendo dado. A luz amarela continua acessa e com intensidade.

PRESIDANTA: QUEM PAGA PRA VER, VER DEMAIS! A crise, é tua.

Por Roy Lacerda.

UM SINDICATO DE BRINQUEDO

 

EDITORIAL:
Não bastasse a absurda e prologada crise que o sistema elétrico do país vive, um sindicato de brinquedo representa (?) ou melhor: se diz representar os funcionários de uma das subsidiarias do elefante branco Eletrobras - a ELN- Eletronorte. O STIU/DF- Sindicato dos Urbanitários do DF(diga-se de passagem que a sigla do sindicato nada tem a ver com a classe que representa) a dos eletricitários), brinca de tentar efetuar greves que não consegue realizar. convoca assembleias, marca datas de paralização etc e, no entanto volta atrás. As pseudas greves e ou paralisações são desmarcadas sem a menor cerimonia, denotando assim, incompetencia, evidenciando o total desrespeito pelos associados que pagam e caro mensalidades, transmitindo insegurançaa todos que acreditam estar bem  representados e no entanto não estão. Para agravar ainda mais a credibilidade esse sindicato aceita todas as exigencias impostas pela estatal, como se estivesse ele (sindicato) defendendo os interesses da empresa, onde seus associados são servidores. Assim sendo, não passa de um sindicato de brinquedo.

 

 

BABOSEIRAS DO FENÔMENO

De Bento Gonçalves(sem nenhuma conotação de denegrir a cidade) para o mundo. Esse é o senhor Ronaldo Nazário de Lima que a Rede Globo apelidou de 'fenômeno' e que hoje é comentarista da mesma (coitado dos comentaristas profissionais) os quais têm de aturá-lo como colega. Em recente declaração disse que não se faz Copas com escolas, hospitais etc. Faz-se com estádios de futebol. Tenho a dizer ao inusitado senhor que:
SEXO SE FAZ QUE MULERES. NÃO COM TRAVESTIS.
Por Roy Lacerda.

ALELUUUUIIIIAAAAA!

 

 

 

 

 

Com a ausencia do Presidente da República, a escala hierarquica para assumir o posto no Brasil é a seguinte: o Vice, o Presidente da Câmara Federal, o Presidente do Senado ou o Presidente do STF. Com o intuito de não permitir que este último, assuma, o Presidanta Dilmá, solicitou  ao Presidente da Câmara para não se ausentar do país no momento. (todos estarão em viagens). Não sabemos o porquè de tanto receio da senhora Dilma. Será que o magistrado Joaquim Barbosa irá descobrir todos os 'mal-feitos' dos demais dirigentes da nação? Ele,com certeza (caso descobra algo) não irá dizer que não sabia de nada. Pelo menos, teremos a certeza que o Brasil será presidido por um homem de valor.

Por: Roy Lacerda.

BRASIL: FABRICA de PIZZAS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A classe política brasileira não tem jeito. Mas uma pizza está saindo do forno, quentinha, quentinha! Proposta de lei complementar estará sendo apresentada na tarde de hoje no colegio de líderes e posteriormente no plenário da Câmara, numa tentativa direta de 'afrouxar' a Lei da Ficha Limpa. Coordenado pelo deputado federal Cândido Vaccarezza(PT/SP). O intuito inicial é favorecer os prefeitos que ordenaram despesas e foram condenados por tribunais de contas. Em suma: mais uma pizza está sendo preparada para que os demais políticos atingidos pela Ficha Limpa, possa candidatar-se nas próximas eleições. Eta gentinha que não toma jeito.

ROMPIMENTO ESPERADO

 

 

 

 

 

 

 

 

Finalmente o PMDB através do vice-presidente Michelo Temer verificou que a crise entre o congresso e o Planalto não é apenas por falta de articulação. Mas, tambem em virtude da Presidanta não reconhece o problema já que sai vitoriosa na maioria das votações. O aviso a Dilma será dado alertando para a gravidade da situação com iminente risco de rebelião. Alguns petistas já estão pessimistas quanto ao desempenho do partido nas eleições estaduais e que vislumbram um horizonte sombrio e duro nas respectivas campanhas, sendo em particular a sucessão de Jaques Wagner na Bahia. Por tudo isso, a falta de acordo já ameaça alianças e fatalmente refletirá no desempenho eleitoral da presidanta. A 'relação matrimonial' entre PT & PMDB vem sendo desgastada há tempos. Sempre foi no atual governo uma bomba de efeito retardado. O futuro nos dirá.

Por Roy Lacerda.

O EFEITO NAJI NAHAS

Coincidências não existem. Muito menos, acasos. È deveras lastimável que, todos as atuais obras da construção civil no Brasil apresentem graves problemas. Desde os erros de cálculos a material de 5ª categoria empregados nas mesmas. Os desabamentos são a evidente prova do péssimo serviço executado pelas construtoras. Ou sejam: As obras do PAC quando não estão emperradas, arrastam-se meses e meses, promovendo o descumprimento do cronograma; O programa "Minha casa", virou "Minha casa, MINHA DÍVIDA e meus problemas (vide as rachaduras ete etc. Todos os estádios construídos e ou reconstruídos para as Copas e inaugurados açodadamente para colocar em cena a prévia campanha eleitoral da Presidanta, começam literalmente a desabar em partes, sofrendo o camado 'efeito Naji Nahas' (de triste memória para muitos brasileiros). È dificil sabermos, qual o setor da administração federal funciona de forma aceitável ou confiável. A incompetência adminstrativa e fiscalizadora é, pública, notória, geral e irrestrita. Vidas humanas passaram a ser banalizadas não só por bandidos como pela classe política. Estamos verdadeiramente entregues ao DEUS DARÁ! A lei que impera, é a de "Muricí". cada um cuida de sí . Usando da gíria popular: 'farinha pouca, meu pirão primeiro (os políticos). E o povo que se exploda!

FIM DO SIGILO: A BOLA DA VEZ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Após a cassação do Demóstenes Torres, a PEC sobre o sigilo dos votos foi engavetada. 'Não há justificativa socialmente aceitável para que os votos dos parlamentares continuem a ser fechados: Sou amplamente favorável à publicidade", declarou o ministro MARCO Aurélio ao encampar as críticas feitas pelo procurador -geral da República Roberto Gurgel às votações secretas do Congresso Nacional,avaliando que o modelo necessita ser alterado principalmente em respeito ao eleitor. Respeitamos as opiniões das duas autoridades, mas, achamos dificílimo que o atual Governo e Congresso se debrucem sobre o assunto. Não há o menor interesse entre a maioria dos políticos, muito menos vontade politíca para tal. A cultura da corrupção está entranhada no Brasil. Esse ranço levará muito tempo para ser erradicado. Além do mais, o poder do STF está sendo minimizado pelo Planalto e aliados. A preocupação mor dos governistas prende-se no momento em fortalecer ao máximo a adminstração da presdidanta Dilma visando a reeleição, pois um dos maiores calcanhares-de-Aquiles do governo federal é a evidente ineficiência da gestão das obras de infraestrutura, sabedor que é que há longo caminho a percorrer. Portanto, ninguem vai querer mudar as regras do jogo.

PALHAÇADA PURA

 

 

 

 

 

 

A queda de braço entre o Planalto e o Ministro do Trabalho, simplesmente è jogo de cena. O PDT ganhou a pasta como espécie de 'cala-boca' por ser aliado do governo. Todavia, o Ministério não tem nenhum poder. Tem que obedecer à Chefona. O bater o pé quanto a querer que a indenização aos empregados domésticos fique no patamar dos 40%, não passa de balelela. Aproveita-se da indefinição do Planalto quanto aos ajustes da lei, pois até agora não definiu como será depositado os descontos dos mesmos.Essa demora só prejudica aos empregados e, deixa os patrôes sem saber o que fazer. Estamos caminha para o segundo mês e até agora nada de definição. O módus operandi do Estado é sempre deixar para depois. Vide as inaugurações precipitadas dos estádios de futebol. A maioria já 'inaugurado' (entre aspas mesmo) e sem a mínima estrutura. Tudo absolutamente feito às pressas ou melhor: feito nas coxas com o intuito de promover a campanha de reeleição da Presidanta.

Por RoyLacerda.

CONTRATAÇÃO VERGONHOSA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

È procedente a 'grita geral' das associações médicas em todo o país. O governo federal continua deitando e rolando nas suas ações. È inaceitável a contração de profissionais da medicina de outros países, pois, tira o campo de trabalho de brasileiros. Erra redondamente a Presidanta quando oferece salários de R$30 mil sob a alegação de que necessita dotar as regiões mais remotas do torão brasileiro e, rasga a Constituição ao não exigir a qualificação e reciclagem (programa existente) dos mesmos. Porque não oferecer as mesmas condições aos profissionais formados nas nossas próprias faculdades? Porque tanta retaliação? Mostrar a força que não tem, é escabroso. A senhora ex-guerrilheira não pode em pleno século XXI, lembrar-se do passado. Vivemos uma democracia(?) e não podemos aceitar em hipótese alguma retrocessos. O Brasil é dos brasileiros!

Por: Roy Lacerda.

PARTIDOS DE MENTIRINHA.

 

 

 

 

Em palestra a universitários de BSB, o presidente do STJ e que é professor de direito da instituição, declarou: O Legislativo é ineficiente e dominado pelo Executivo. "Nós temos paridos de mentirinha". O ministro Joaquim Barbosa, fez duras críticas ao Congresso. A "ineficiência e a capacidade de deliberar" dore o Legislativo". parlamento brasileiro estão relacionadas à fragilidade dos partidos e ao domínio exercido pelo Executivo sobre o Legislativo. Não nos identificamos com os partidos que nos representam". "Querem o poder pelo poder".

Ora, pelo que podemos perceber, o ilustre presidente, apenas falou uma verdade-verdadeira(vale a redundância).E quando se fala verdades, a classe política sente-se atingida (e pasmem: aviltada). a nação é sabedora da lama que existe entre as paredes do Congresso, Planalto, gabinetes políticos e seus 'aspones'. O lobby impera em todos os sentidos. A regra geral, é: 'toma lá-dá-cá'. Portanto, os nossos mais efusivos parabéns ao brasileiro Joaquim Barbosa. Ah! se o Brasil tivesse meia-dúzia de Babosas.

(Por: Roy Lacerda)

IMPUNIDADE TOTAL e IRRESTRITA.

A sra. Rosemere Noronha e sua troupe continuam impune. Ela, simplesmente foi demitida: os demais 'companheiros' continuam  nos respectivos cargos e alguns tiveram até aumento de salário. Onde está a punição daqueles que praticaram 'mau-feitos'  presidanta Dilma? Afinal, a sua palavra vale ou... por tratar-se de pessoas muito ligadas ao ex-presidente estão impunes? Devemos levar à sério os seus pronunciamentos públicos ou tudo não passa de falácias? Queremos saber quando o Brasil terá alguem que assuma a Presidencia? Afinal, um país qualquer que seja ele, tem que ter alguem que realmente governe. Não podemos continuar aceitando tanta baderna. Quem não tem competência, não se estabelece. Todavia, cada povo tem o governo que merece.

Por: Roy Lacerda.

A VIRADA DO SÉCULO

 

 

È vergonhoso que a Suprema Côrte do Brasil decida por penas no maior julgamento da história do país e tenha que rever os votos dos magistrados e a consequente redução das penas, mesmo tendo o seu Presidente votado contra. Avizinha-se a maior ''virada de jogo' que se tem conhecimento. O STF é formado por juízes indicados por políticos e suas facções. No momento, apenas 10 magistrados atuam. Portanto, claro está que em qualquer julgamento que possa haver, a porcentagem de empate é imensa. E é justamente o que a Presidanta Dilma quer. Razão pela qual demora na indicação do décimo primeiro magistrado. Segundo alguns ministros é grande a hipótese de em se revendo os votos e diminuindo-se penas, figurões políticos condenados a regime fechado, passem apenas a cumprir penas sociais, como cestas básica ete e tal. Nunca na sua história, o STF condenou algum político. E pelo andar da carruagem, tambem não será desta vez. E a nação terá de acreditar em quem? Afinal de contas: "Quem manda em quem?' Quem detem o maior poder? A classe política, o Palacio do Planalto ou o STF? Responda-nos quem souber!

Por Roy Lacerda.

UM RELÂMPAGO DE CORAGEM

Durante solenidade pública recente, o senhor Geraldo Alckmin declarou:"Se o povo soubesse de um décimo do que é feito contra ele, iria faltar guilhotina". O país sabe que a corrupção impera. Mas não sabe o tamanho dela. Governador, o senhor faz parte do sistema. Portanto sabe aonde as 'cobras dormem. Tenha a coragem de dar nome aos bois. Faça como o falecido senador e governador baiano ACM. Decline todos os nomes. Independentemente de serem do seu partido. Mostre a nação que V. S. é diferente; que não coaduna com a prática da corrupção. Que não faz parte da penelinha; que não é afarinha do mesmo saco. Se puxou o fio do novelo, vá em frente; DESENROLE-O. Pois, caso contrário, de nada adianta a advertência feita. E que tudo não passa de ação eleitoreira, bravata, falácia ou coisa que o valha. O pau que dá em Chico, tambem dá em Francisco. Afinal de contas, o senhor comanda o maior estado do país.

Por: Roy Lacerda.

ATÉ TU STF?

È altamente lamentável a decisão de alguns magistrados do Superior Tribunal Federal em rever os votos para os condenados que obtiveram quatro ou mais votos de absolvição pelo menos no quesito 'formação de quadrilhas', podendo assim, ter a benécie de prisão em regime fechado, para o regime semi-aberto situação em que se enquadra o ex- Chefe-da-Casa Civil José Dirceu e o Marcos Valério, dentre outros. Deixa-nos a nítida impressão que, a maior 'pizza' da história do Brasil está prestes a sair do fôrno. Se os homens da toga-preta, que se debruçaram tanto tempo sobre as inúmeras paginas do processo mensalão e que levaram tanto tempo ao discursar os próprios votos, não têm a devida segurança e certeza dos mesmos, como pode a nação brasileira dar credibilidade à côrte suprema do Brasil? Esvai-se pelos dedos das mãos dos brasileiros a vã esperança da justiça cumprida. Até quando a impunidade vai imperar no país verde-amarelo?

TRISTE BRASIL!!!!!!!!!

Por: Roy Lacerda.

A FAXINA QUE NÃO HOUVE.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Demitida em 2010 pela 'faxina' de Dilma que não existiu, a ex-ministra da Casa-Civil ERENICE GUERRA, com irregularidades mil, jamais deixou de ter influência no atual governo federal. Volta à cena no comando de um grande "escritório de advogacia" em Brasília onde despacha e negocia com autoridades como se fosse ainda componente do governo. Assim, atua como lobista de prestígio imenso, articulando com autoridades do primeiro escalão, negociando bilionários projetos entre articulações eleitorais em curso. E tudo isso com o apoio da Presidanta. Recentemente este em Fortaleza integrando a comitiva presidencial, hospedando-se no mesmo hotel da 'Gerentona" do país. Demonstrou tambem preocupação com o crescimento político do governador de Pernambuco Eduardo campos. Assim, fica claro e evidente que continua com o eterno apoio da grande amiga do Planalto. E agora, senhora Dilma? o que dirá à nação? EXPLIQUE-SE  SE PUDER!

GOVERNO TÉCNICO? ONDE?

EDITORIAL:
Um dos maiores compromissos de campanha da Presid'anta, foi que o seu governo seria composto de técnicos. Passados 3 anos da sua administração, perguntamos: que ministros tem formação academica ou técnica para chefiar as respectivas pastas? que secretários tambem o teem? em que setores da atual administração federal são compostos dos referidos técnicos? Os governos em todas as esferas, batem récordes em cima de récordes na captação de impostos. E onde está o dinheiro? Ninguem sabe, ninguem viu! Ou melhor; sabemos todos que esvai-se nos 'ralos da corrupção'. Aberrações em cima de aberrações são os atos do Planalto. No setor elétrico, nossa administradora mor, está mais perdida, que "cego em tiroteio'. A capital federal (uma das menores em extensão) do país, há varios meses sofre com interrupções energia de e nenhuma atitude é tomada por quem deve fazê-lo. As explicações do cadavérico ministro Lobão, são de uma infelicidade impar e humorísticas. E o povo que se lixe! Enfim: que compromissos foram cumpridos até o momento? Até quando brasileiros ficarão à mercê dos maus governantes?Quando será que os desmandos e desgovernos terão um fim? A resposta é:'quando na galinha nascer dentes.

Por: Roy Lacerda.

VALEU SENADORA!!!!

O pronunciamento da senadora Katia Abreu(PSD) quando ocupou a tribuna da Casa, mostrando com fatos tudo de errado no governo Dilma. No nosso entendimento, é a primeira voz da oposição a falar claramente e sem rodeios. de aplaudir a resposta data ao senador Requião, quando este tentou refutar o pronunciamento da mesma. Esperamos que a nobre parlamentar tenha dado o ponta-pé inicial para que outros parlamentares que se dizem de oposição tenha a mesma coragem. È o mínimo que a nação espera daqueles que foram eleitos. PARABÉNS !

ABSURDO DOS ABSURDOS

EDITORIAL:

Vários auditores da Receita Federal, impetraram ação na justiça e ganharam, solicitando que o desconto na educação(imposto de renda deles) fosse ilimitado. Ocorre que, a alíquota dos auditores fiscais é reajustada anualmente. Enquanto a dos demais contribuintes leva alguns anos para sofrer reajustes. O que causa espécie, é o ganho de causa dado pelos magistrados. Como declarou há algum tempo a senadora Marta Suplicy, "o povo é um mero detalhe". Dois pesos e duas medidas continuam existindo em todos os setores do Governo. E o povo que se f.......
TRISTE BRASIL!!!!!!!!

Obs: comentário sobre o assunto também foi feito na Band News pelo colega Boechat.

MEIA VOLTA, VOLVER!

No inicio do governo Lula, 18 eram os ministérios. Hoje, são 38. As benécies do governo Dilma continuam à torto e a direito. A criação de mais 2 ministérios visam a ampliação de palanques na campanha eleitoral. Essa é a maior preocupação do Planalto. A troca do ministro do trabalho, devolveu ao outrora demitido Carlos Luppi(Pres. PDT), o comando da pasta ao empossar o seu braço direito Manoel Dias. Outro ministério foi devolvido ao PR. Com isso, 'aquela' faxina realizada pela Presidanta, passou a ser o dito pelo não dito. Ou seja: a faxina desapareceu. Os mal feitos, podem voltar a acontecer,que o governo fará "vistas grossas'. Lembrando o antecessor: "Não sei de nada e não ví nada". Tudo como dantes no quartel de Abrantes. Os ratos, continuam sentados à mesa. Apenas trocam o local das cadeiras. TRISTE BRASIL!

AULA DE GRAMATICA BRASILEIRA



*Pena que não podemos mostrar aos alunos. Num instante eles iriam entender.*

Filho da puta**”**é adjunto adnominal, quando a frase for:
"Conheci um político filho da puta".
- Mas se a frase for:
"O político é um filho da puta", daí, é predicativo.
- Agora, se a frase for:
"Esse filho da puta é um político", é sujeito.
- Porém, se o cara aponta uma arma para a testa do político e diz:
"Agora nega o roubo, filho da puta!" - é vocativo.
- Finalmente, se a frase for:
"O ex-ministro..., aquele filho da puta, desviou o dinheiro das estradas"
aí, é apôsto

Que língua a nossa, não?!

Agora vem o mais importante para o aprendizado:

- Se estiver escrito:
"Saiu da presidência em janeiro de 2011 e ainda se acha presidente."

O filho da puta é sujeito oculto...








--

DEMAGOGIA INSANA

 

Os clubes de futebol faturam autênticas fortunas, negociando jogadores, direitos de transmissão de TV, patrocínios em camisas, calções e placas de publicidade nos estádios. Comercializam também produtos dos mais variados, usando suas marcas e cores. E ganham ainda uma dinheirama, vendendo ingressos para os jogos, nas bilheterias e nos programas de sócio-torcedor. 
Para que se tenha uma ideia, os faturamentos dos principais agremiações esportivas do país, em 2012, oscilaram entre R$ 40 e 290 milhões/ano.
Como não considerar isso um imenso e lucrativo negócio, capaz de enriquecer não somente jogadores e técnicos mas, como é público e notório, diversos dirigentes, empresários etc.? 
Pois é. Mas, acredite se quiser, segundo reportagem publicada ontem no jornal Estado de S. Paulo, o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, não somente quer anistiar as gigantescas dívidas fiscais dos nossos clubes de futebol como torná-los, a partir de agora, isentos de impostos, por considerá-los "associações sem fim lucrativo". 
Hein?!? É tão absurdo que só pode ser encarado como brincadeira de mau gosto. Pegadinha. Gozação com a cara do cidadão comum, que é obrigado a pagar — e como paga! — todo tipo possível e imaginário de tributo. Direto e indireto. 
Será que Aldo Rebelo viu na capa do caderno de esportes da Folha de S. Paulo, de anteontem, as mansões, o iate e os carrões do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, exilado em Miami?
Será que tem acompanhado as espantosas revelações feitas pela atual diretoria do Flamengo em relação aos diversos e absurdos casos de malversação de dinheiro cometidos pela gestão anterior? 
Será que sabe que o Corinthians, um dos grandes devedores de impostos, pagou esse ano, sem pestanejar, R$ 40 milhões para contratar um atacante (Alexandre Pato), embora tenha conquistado, no final do ano passado, o título mundial com um ótimo time e um elenco fortíssimo?
E que, desde de 1984, as diretorias do Fluminense (outro que há anos gasta fortunas com seus craques) não pagavam rigorosamente nada, nem sequer um centavo de impostos? Pergunte ao atual presidente Peter Siemsen. 
O mais grave é que os exemplos supracitados estão longe de ser exceção. São praticamente regra no bilionário mundo dos nossos esportes, onde dois Refis e duas versões da Timemania já foram feitos sem sucesso, pois os calotes continuaram e não foram pagos nem os tributos posteriores ao financiamento das dívidas antigas. Um escárnio! 
É esse tipo de clubes e de dirigentes que o Ministro quer anistiar e isentar de impostos, sob patéticas alegações, como a de que ''o futebol integra o patrimônio cultural brasileiro, é considerado de elevado interesse social e reconhecido como elemento constituinte de nossa brasilidade"? 
Tal besteirol foi pinçado do parecer encomendado pelo Ministério do Esporte para sustentar o absurdo pleito junto à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. O documento tem várias outras pérolas dignas de figurar no Febeapá (o Festival de Besteira que assola o país, escrito por Sérgio Porto, o genial e saudoso Stanislaw Ponte Preta).
Uma delas foi, inclusive, cunhada originalmente pelo ex-presidente Lula: 
"Quando a gente veste a camisa da nossa seleção, está representando os milhões de brasileiros e brasileiras". 
Ora, se os representa, o mínimo que se espera é que faça exatamente como todo o povo: pague os impostos, não é excelentíssimo Ministro?

Eis aí o seu primeiro “moinho”, meu bravo Don Quixote! Monte o “Rocinante” e o encare.

 

 

O PODEROSO CHEFÃO

O descalabro do ex-presidente Lula ultrapassa os limites da moral e bons costumes. Continua querendo mandar em tudo; até na Justiça do Brasil. A matéria abaixo retrata assunto de suma importancia para a nação verde-amarelo.

Leiam o comentário de Dora Kramer, no Estadão :


A decisão do TSE que determinou a retirada do comentário de Arnaldo Jabor do site da CBN, a pedido do presidente 'Lula' até pode ter amparo na legislação eleitoral, mas fere o preceito constitucional da liberdade de imprensa.
A VERDADE ESTÁ NA CARA, MAS NÃO SE IMPÕE.
(ARNALDO JABOR)
O que foi que nos aconteceu?
No Brasil, estamos diante de acontecimentos inexplicáveis, ou melhor,'explicáveis' demais.
Toda a verdade já foi descoberta, todos os crimes provados, todas as mentiras percebidas.
Tudo já aconteceu e nada acontece.Os culpados estão catalogados, fichados, e nada rola.
A verdade está na cara,mas a verdade não se impõe. Isto é uma situação inédita na História brasileira!!!!!!!
Claro que a mentira sempre foi a base do sistema político, infiltrada no labirinto das oligarquias, mas nunca a verdade foi tão límpida à nossa frente e, no entanto, tão inútil, impotente, desfigurada!!!!!!!!
Os fatos reais:com a eleição de Lula, uma quadrilha se enfiou no governo e desviou bilhões de dinheiro público para tomar o Estado e ficar no poder 20 anos!!!!
Os culpados são todos conhecidos, tudo está decifrado, os cheques assinados, as contas no estrangeiro, os tapes, as provas irrefutáveis, mas o governo psicopata de Lula nega e ignora tudo!!!!!
Questionado ou flagrado, o psicopata não se responsabiliza por suas ações. Sempre se acha inocente ou vítima do mundo, do qual tem de se vingar. O outro não existe para ele e não sente nem remorso nem vergonha do que faz!!!!!
Mente compulsivamente, acreditando na própria mentira, para conseguir poder. Este governo é psicopata!!! Seus membros riem da verdade, viram-lhe as costas, passam-lhe a mão nas nádegas. A verdade se encolhe, humilhada, num canto. E o pior é que o Lula, amparado em sua imagem de 'povo', consegue transformara Razão em vilã, as provas contra ele em acusações 'falsas', sua condição de cúmplice e Comandante em 'vítima'!!!!!
E a população ignorante engole tudo.. Como é possível isso?
Simples: o Judiciário paralítico entoca todos os crimes na Fortaleza da lentidão e da impunidade. Só daqui a dois anos serão julgados os indiciados - nos comunica o STF.
Os delitos são esquecidos, empacotados, prescrevem. A Lei protege os crimes e regulamenta a própria desmoralização. Jornalistas e formadores de opinião sentem-se inúteis, pois a indignação ficou supérflua. O que dizemos não se escreve, o que escrevemos não se finca, tudo quebra diante do poder da mentira desse governo.
Sei que este é um artigo óbvio, repetitivo, inútil, mas tem de ser escrito...
Está havendo uma desmoralização do pensamento.
Deprimo-me:
Denunciar para quê, se indignar com quê? Fazer o quê?'
A existência dessa estirpe de mentirosos está dissolvendo a nossa língua. Este neocinismo está a desmoralizar as palavras, os raciocínios. A língua portuguesa, os textos nos jornais, nos blogs, na TV, rádio, tudo fica ridículo diante da ditadura do lulo-petismo.
A cada cassado perdoado, a cada negação do óbvio, a cada testemunha, muda, aumenta a sensação de que as ideias não correspondem mais aos fatos!!!!!
Pior: que os fatos não são nada - só valem as versões, as manipulações.
No último ano, tivemos um único momento de verdade, louca, operística, grotesca, mas maravilhosa, quando o Roberto Jefferson abriu a cortina do país e deixou-nos ver os intestinos de nossa política.
Depois surgiram dois grandes documentos históricos: o relatório da CPI dos Correios e o parecer do procurador-geral da república. São verdades cristalinas, com sol a pino.
E, no entanto, chegam a ter um sabor quase de 'gafe'.
Lulo-Petistas clamam: 'Como é que a Procuradoria Geral, nomeada pelo Lula, tem o desplante de ser tão clara! Como que o Osmar Serraglio pode ser tão explícito, e como o Delcídio Amaral não mentiu em nome do PT ? Como ousaram ser honestos?'
Sempre que a verdade eclode, reagem.
Quando um juiz condena rápido, é chamado de ‘exibicionista'. Quando apareceu aquela grana toda no Maranhão (lembram, filhinhos?), a família Sarney reagiu ofendida com a falta de 'finesse' do governo de FH, que não teve a delicadeza de avisar que a polícia estava chegando....
Mas agora é diferente.
As palavras estão sendo esvaziadas de sentido. Assim como o stalinismo apagava fotos, reescrevia textos para contestar seus crimes, o governo do Lula está criando uma língua nova, uma neo-língua empobrecedora da ciência política, uma língua esquemática, dualista, maniqueísta, nos preparando para o futuro político simplista que está se consolidando no horizonte.
Toda a complexidade rica do país será transformada em uma massa de palavras de ordem , de preconceitos ideológicos movidos a dualismos e oposições, como tendem a fazer o Populismo e o simplismo.
Lula será eleito por uma oposição mecânica entre ricos e pobres, dividindo o país em 'a favor' do povo e 'contra', recauchutando significados que não dão mais conta da circularidade do mundo atual. Teremos o 'sim' e o 'não', teremos a depressão da razão de um lado e a psicopatia política de outro, teremos a volta da oposição Mundo x Brasil, nacional x internacional e um voluntarismo que legitima o governo de um Lula 2 e um Garotinho depois.
Alguns otimistas dizem: 'Não... este maremoto de mentiras nos dará uma fome de Verdades'!

CÁOS NO SETOR ELÉTRICO

Holding

ELETROBRAS em crise:

 

O Cáos foi instalado nas empresas que compõe o sistema eletrico mas,s a indefinição do Planalto quanto ao futuro das empresas, torna a holding totalmente ociosa. A Presid'anta, quer dissolver o conglomerado. Todavia, não é tão facil quanto parece. As 18 empresas têm CNPJ próprios e alem dos acionistas, somado ao fato que a União detem 51% das ações. Para a consumação do evento o Governo Federal terá de indenizar funcionários e a maioria com altos salarios. Não terá recursos suficientes. A crise, arrasta-se por mais de 90 dias. As empresas transformaram-se em milhões de reuniões que não decidem absolutamente nada,  num grande desfile de moda entre o público feminino e, o masculino promove grandes bate-papos. Enquanto o problema não se resolve a geração, manutenção e ampliação do fornecimento de energia segue causando grande preocupação na população. Cidades e a mais cidades já são afetadas com a inexplicável falta de energia. E assim seguimos rumo ao APAGÃO GERAL.

MORAL DE JEGUE

O atual presidente do Senado, é um verdadeiro imbecil. O sr. Renan Calheiros não tem a mínima condição de falar em moralização de qualquer coisa dentro da própria casa. Quanto mais no Senado ou Congresso Nacional. O passado o condena por sí só. O escândalo que o obrigou a renunciar não foi esquecido pela nação brasileira. A eleição para a atual presidencia do Senado, foi protogonizada por um 'esquemão' político e nojento. Onde estão os políticos quer se dizem sérios? ficaram mudos?  por que continuam calados? Será que estão com os rabos presos? Por onda a voz da oposição? O documento com cerca de 1 milhão e meio de assinaturas tem força sim. Vide a Lei da 'ficha Limpa'. A corrupção não pode ditar as leis no Brasil. A nação tem que se mobilizar e ir às ruas. O eleitor e contribuinte tem que fazer valer o voto e vontade. Não se pode mais aceitar tanta sem-vergonhice. Tanto descalabro.

(Por Roy Lacerda).

O BEBÊ DE ROSEMEIRE

Para variar, o governo da Presid'anta Dilma, continua batendo recorde em cima de recorde. Um novo escândalo a cada 50 dias. A bola da vez, agora, é o submundo do escritório presidencial em São Paulo.  A administração federal, pede para abusar, e abusa da tolerancia da nação. A "mãe do PAC", estár mais perdida, que cego em tiroteio. O PAC-1, passado tanto tempo, ainda não tem 30% concluído. Os PACs 2 e 3, não passam do projetos engavetados. Portanto, quando sairá do papel, só o Grande ARQUITETO do UNIVERSO tem a resposta. Que compromisso de campanha o Palacio do Planalto colocou em pleno funcionamento? Diz determinado ditado popular: "Casa de Pai, escola de Filho'. A atual Presid'anta, vem seguindo a mesma cartilhinha do padrinho Lula. "Nunca sabe de nada'. O escândalo do gabinete presdencial na capital paulista é o quê? CORRUPÇÃO ou MAIS UM MALFEITO? talvez queira ela perguntar: O que houve com Rose? e queira assistir ao filme: O bebê de Rosemeire.

ROUBO NO SETOR ELETRICO

 

O corte na ordem de R$8,5 bi, por conta de novas regras, questionando o valor apresentado pelo Governo Federal para indenização e tarifas na renovação das concessões a vencer em 2017, a mãe do ‘elefante branco elétrico’, a ELETROBRAS(formada por 18 empresas), e ainda acha pouco: está adquirindo o controle da CELG(distribuidora goiana) admite a venda de participação nas distribuidoras do conglomerado, segundo informações do seu presidente José da Costa Carvalho Neto. Desde que o PT assumiu o governo, vem tornando um tabu, pois, estancou o processo de privatizações, pois, essa foi a arma usada para combater e criticar o governo FHC. A presidenta Dilma, continua ‘rezando’ na mesma cartilha do padrinho: NÃO reduzir os custos do governo. De que adianta elaborar um programa de desligamento voluntário entre seus 28 mil funcionários, se existem na justiça diversas pendências de direitos e vantagens que há anos não são pagas pelas empresas do setor? Porque apadrinhados e parentes de políticos, continuam exercendo altos cargos e salários? A justiça começa em casa: !Tome chocolate, mas pague o que deve! Para depois pensar em enxugamento de folha. A data limite para a assinatura da renovação dos contratos, é 4 de dezembro. Lutar pelo aumento de uma indenização maior, é direito da Estatal. Contudo, também é dever para aquilo que deve a quem quer que seja, para depois pensar em novas aquisições, enxugamento de folha etc etc etc.

O Palacio do Planalto esquece-se que 25.751 GWh (gigawatts-hora) são roubados(por incompetencia governamental), e que daria para  abrigar o fornecimento de energia para o municipio de São Paulo

Por Roy Lacerda(editor).

QUEM TEM, TEM MEDO!

Novo depoimento de Marcos Valério ao Ministério Público, reabre a discussão sobre o benefício da delação premiada. Esse é o intento do réu condenado no mensalão, com pena de 40 anos, um mês e seis dias, alem de multa no valor de R$2,7 milhões. Embora a delação e o pedido de inclusão no serviço de proteção à testemunha seja cogitado pela defesa, não basta o réu acusar ou citar a participação de pessoas outras no esquema criminoso. È necessário que, novas provas sejam apresentadas, indicando caminhos para a elucidação de fatos ainda não conhecidos. Segundo o ministro Marco Aurélio Mello, a situação do réu é complicada, em virtude já ter sido condenado pelo STF a 40 anos de cadeia.”Não vejo como ele não ser preso, porque a execução da pena leva à custódia. Aí no caso de inclusão dele no serviço de proteção, surge um grande problema, pois,  terá que cumprir pena e ser protegido; A saída seria uma prisão onde ficasse isolado”. Há um depoimento do empresário prestado ao Procurador Geral da República no fim de setembro e marcado espontaneamente(Vide reportagem de O Estado de S. Paulo), mencionando o ex-presidente Lula,, o ex-ministro Palocci e o assassinato em 2002 do prefeito de Santo André, Celso Daniel; contou ainda que foi ameaçado de morte, alem de existência de outras remessas de dinheiro para o exterior, alem das já conhecidas na ação do mensalão.

Como diz o velho ditado:”Quem tem, tem medo!”, doravante vamos assistir a um leque de novas denúncias e respectivas informações. Quem viver, verá!.

Por Roy Lacerda.

OS PRESIDENCIÁVEIS

Foi dada a largada para escolher os candidatos em 2014. Com o fim das eleições municipais, marcadas pela ascensão ou fortalecimento de novos partidos em âmbito nacional, como o PSB e o PSD, os principais partidos do país começam a trabalhar com a sucessão presidencial no horizonte. Diferentemente do que ocorreu nas últimas eleições para presidente, nas quais houve polarização restrita a PT e PSDB, para o pleito de 2014 existe a possibilidade da ascensão de novos atores para a disputa com o candidato do PT que, ao que tudo indica, será a presidente Dilma Rousseff. A presidente detém altos índices de aprovação e, ao demonstrar pouca tolerância com supostos episódios de corrupção (os mal-feitos) envolvendo seus ministros, conseguiu atrair simpatia da parcela da população que desconfiava do PT por conta do mensalão. Dilma aumentou também seu 'recall' dentro do partido após sucumbir aos pedidos dos correligionários e participar diretamente das eleições municipais em cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Campinas e Salvador (apesar do fracasso), mesmo a contragosto de figuras de outros partidos. Especula-se também que o ex-presidente Lula tenha o desejo retornar ao posto,  pois admitiu sem mencionar, contudo, que se candidataria já em 2014. Lula ainda é a principal referência do PT, sobretudo após a eleição de Fernando Haddad na capital paulista, uma vitória pessoal do ex-presidente, que bancou a candidatura do ex-ministro desde o início, enfrentando protestos dentro do PT. Ainda assim, Lula descarta candidatar-se e insiste que Dilma(?) será a candidata do partido em 2014. “É bom o partido ter mais de uma opção para presidente, diz o presidente do PT. Aliás, para presidente, o único partido que se quiser tem mais de um candidato é o PT. Falcão afirma que o objetivo do PT é consolidar a aliança com os partidos da base do governo federal, em especial o PSB (a sombra de Eduardo Campos assusta), e buscar o apoio de outros partidos, como o PSD. “Nós apoiamos o PSD em Ribeirão Preto já no compromisso de que a Dárcy Vera(eleita) estará no palanque da presidenta Dilma em 2014. As articulações começam a ser ‘costuradas’, pois o nome ventilado para a Presidencia da República, é o do governador de Pernambuco ao lado do tucano Aécio Neves. A sigla que vem crescendo e saiu fortalecida nas últimas eleições. Publicamente, ele nega a candidatura e afirma que se manterá ao lado de Dilma. Ao mesmo tempo, mantém conversas com os tucanos e não descarta uma aproximação com o PSDB. A exemplo do que ocorreu em 2010, quando o PSB elegeu cinco governadores(três no Nordeste). O número de cidades governadas pelo partido subiu de 310 para 442. A legenda governará seis capitais, o maior número entre todas as siglas. De quebra, o PSB saiu vitorioso em disputas diretas contra o PT em Belo Horizonte, Recife, Fortaleza e Campinas. Nas duas capitais nordestinas, os socialistas quebraram a hegemonia de anos dos petistas. Na opinião da deputada federal Luiza Erundina (PSB), “Ele é uma liderança muito interessante, com muita habilidade e articulação política e um potencial enorme". Para Carlos Melo, cientista político do Insper, a força de Campos deve ser relativizada, sobretudo porque ainda se restringe ao Nordeste, e reflete a “torcida” de setores da oposição para que o socialista seja vice de Aécio em 2014. Se Aécio eventualmente for eleito Presidente da República, seria candidato à reeleição em 2018. E, portanto, Eduardo Campos só estaria no ponto em 2022”. Chegaremos competitivos e com aliados do governo, diz Aécio. PSDB tem discurso unânime. Do lado tucano, o discurso também é unânime: é necessário se aproximar de partidos que compõem a base do governo Dilma, em especial, é claro, o PSB, se o partido quiser lograr em 2014. Ninguém no PSDB, entretanto, cogita o partido compor com Campos na condição de vice. Para o deputado federal Bruno Araujo, líder do PSDB na Câmara, Aécio é o nome da vez da oposição para 2014. “Aécio sintetiza a liderança que as oposições querem ver, não só dentro do PSDB, mas dos partidos parceiros, como DEM e PPS. Ele representa uma fonte de aglutinação muito grande e traz uma mensagem nova.”. Para Aécio, o PSDB se manteve como a principal força alternativa ao PT. “Nos consolidamos como a força alternativa ao que está aí”, diz. “É preciso que o cidadão comum diference o modelo que o PSDB proporá para o país desse que está em curso hoje. Se nós não fizermos isso, aí sim estaremos fadados a um novo fracasso.” Corre por fora no PSDB o nome de Geraldo Alckmin, que, após a derrota de José Serra para Haddad, se consolidou como a principal referência tucana no Estado de São Paulo. Tudo indica, entretanto, que Alckmin busque a reeleição em 2014. (o PMDB ainda detem o maior numero de prefeituras). O partido dificilmente lançará candidato próprio, pois mesmo assim, teve um desempenho desfavorável nas eleições municipais. Perdeu em número de municípios governados(1.201 para 1.024 e de capitais de seis para duas), mantendo-se como principal aliado do governo federal, independentemente do Temer está insatisfeito com o tratamento dado pelo Planalto, é o principal responsável pela relativa unidade interna conquistada pela PMDB nos últimos anos e é a grande figura nacional da sigla Mas, caso as crises corriqueiras com o PT se agravem e resultem em um improvável rompimento, a principal opção dos pemedebistas é o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. A imagem de Cabral está desgastada após ele aparecer em fotos ao lado do ex-presidente da Delta, Fernando Cavendish, envolvido no caso Cachoeira. O governador, contudo, ainda goza de alta popularidade entre a população fluminense. Marina Silva e o PSD, Criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, não deve lançar candidato próprio à presidência, mesmo saindo fortalecido e consolidar o crescimento obtido nas eleições municipais, as primeiras que disputou. Fundada há pouco mais de um ano, a o partido terá 497 prefeituras a partir de 2013, atrás apenas de PMDB, PSDB e PT. Outra candidatura que pode aparecer na disputa de 2014 é Marina Silva, que surpreendeu nas eleições presidenciais de 2010 e obteve mais de 19 milhões de votos e ainda está sem partido.

Por: Roy Lacerda.

E AGORA OPOSIÇÃO?

A elevada rejeição a Serra e a consequente reprovação da administração Kassab, contribuíram para a vitória do imposto candidato Haddad pelo Lula. Foi uma autêntica bofetada de ‘luvas’ no ex-presidente FHC & Cia. O PSDB tem de passar por uma renovação total, geral e irrestrita urgente, apostando em novos nomes, o que já deveria ser feito nessas eleições. Pagaram para ver, e viram demais! Os tucanos foram derrotados em todos os sentidos. Os resultados mostram também o declínio do PMDB e DEM. O ex-presidente Lula, peitou a tudo e a todos, quando determinou que o candidato do PT na capital paulista, seria a ex-ministro da Educação, o desastroso administrador Fernando Haddad, e venceu. Como diria o Zagallo: “Vocês terão de me engolir”. Agora, é esperar para ver!

Por ROY LACERDA.

A CASA CAIU!

Quando assumiu o cargo como ministro-chefe da Casa Civil em 2003, José Dirceu não deixou dúvidas sobre quem mandaria dentro do palácio do Planalto depois do presidente da República. Seria ele mesmo, Dirceu. O maior exemplo foi o descumprimento do decreto 70.724, baixado no ano de 1972, pelo então general-presidente Médici. O texto era sobre ‘normas do cerimonial público e a ordem geral de precedencia’ de autoridades em eventos no Planalto, pelo critério(histórico) de criação do respectivo ministério. A Casa civil, nascera muito depois de pastas como Justiça, Relações exteriores e Fazenda. E isso não era bom para Dirceu. O super-ministro de Lula, queria ser o segundo a entrar  e conseguiu. Pois, em vez de revogar o decreto da ditadura, mandou publicar uma lista com a ordem de precedência dos ministérios(vide site da Presidencia na internet). Esse autoritarismo, dentre outros, o faz pensar que está a cima do bem e do mal. O seu advogado,(José Luis de Oliveira Lima) acusa o STF de fazer analise equivocada e, tentará um embargo após a publicação do acórdão. Esquecem-se que Dirceu ainda será julgado por ‘formação de quadrilha’. Alem do mais, há um jargão juridiquês: “DECISÃO DE JUIZ NÃO SE DISCUTE, SE CUMPRE!”. Dessa forma de nada adianta espernear. Pois o “não me calarei’ do ZÈ, não passará de falácia.
(Por Roy Lacerda.)

VENCEDORES & PERDEDORES

QUEM GANHA:
FHC Ajudou a alavancar a candidatura de José Serra, explorou muito o mensalão e a vinculação da imagem do petista Fernando Haddad ao esquema de corrupção. Falou da necessidade de uma ‘recuperação moral’ e afirmou que São Paulo não aceita quem é tolerante com desvios de dinheiro público’.
LULAFoi o gande avalista da candidatura do ex-ministro da educação, chegando a ‘peitar’ petistas históricos. Teve de usar a sua força  para impor o seu candidato e logrou êxito ao levá-lo para o 2º turno em S. Paulo, apesar da derrota do amigo Patrus Ananias em Belo Horizonte.
AÉCIO NEVESApós o polêmico rompimento entre PSB e PT na capital mineira, o que levou à nacionalização das eleições no estado, ganhou espaço na disputa mineira. Tambem subiu no palanque de ACM Neto(DEM), candidato em Salvador, o qual terminou com 40% dos votos e irá ao 2º turno, o mesmo acorrendo com seu candidato á prefeitura de J. Pessoa, Cìcero Lucena.
GLEISI HOFFMANN –  a ministra que é um dos braços da presidenta Dilma, apoiou o candidato a prefeitura de Curitiba, Gustavo Fruet(PDT) e obteve sucesso quando o levou ao 2ºturno.
EDUARDO CAMPOSO governador de Pernambuco ( e também a pedrinha no sapato de Dilma, venceu seu principal front de batalha, ao eleger seu desconhecido candidato Geraldo Júlio à prefeitura de Recife com 51% dos votos, batendo o candidato Humberto Costa(PT). Essa vitória é bastante siginificativa pois, dá o necessário suporte aos projetos do governador em 2014.
HELOÍSA HELENAA ex-senadora pelo PSOL, elege-se pela segunda vez  à Câmara Municipal de Maceió e também a mais votada. Ganha, assim forças para 2014.
QUEM PERDE:
Os mensaleiros -  As eleições municpais, sepultam de vez a carreirta política e os planos eleitorais de todos os envolvidos no esquema do mensalão.
SARNEY Washington Luis(PT), apoiado pelo presidente do Congresso e da sua família, não conseguiu chegar nem ao 2º turno.
MICHEL TEMEREmpenhou-se para ampliar o espaço do PMDB em S. Paulo. Mas a candidatura de Gabriel Chalita, mas não foi suficiente para galgar o 2º turno. Outra derrota, foi conseguir somente um cadeira de vereador na cidade.
IDELI SALVATTI -  A ministra das relações Institucionais fez de tudo para eleger a sua candidata Ângela Albino(PC do B) à preitura de Florianópolis, mas também foi derrotada.

Resumo da Òpera:

Pelo visto, o brasileiro está começando a aprender a votar.

Por: Roy Lacerda.

HOJE É O DIA DA RESPOSTA

MAIS UMA ELEIÇÃO.
Diz um ‘velho deitado’ que a justiça começa de casa. Hoje, o país terá mais um domingo de eleições, as chamadas minoritárias, em virtude dos cargos a serem preenchidos ser para prefeitos e vereadores. Como diz um outro ditado, ‘è de menino que se torce o pepino’. Pois bem! Que aprendamos a colocar no ‘poder’ em nossas cidades para administrá-las e consequentemente zelar pelas mesmas, aqueles que realmente o querem fazer. Chega de promessas, enrolações, tapinhas nas costas, etc. Vamos fazer valer a N-O-S-S-A  F-O-R-Ç-A!
E sucesso na escolha.

PUXANDO A ORELHA DE MUITA GENTE

E D I T O R I A L:

 


UMA AULA DE DIREITO:

Em voto contundente, o ministro Celso de Mello afirma que o “projeto criminoso” dos réus maculou o próprio espírito republicano. O decano do STF(desde 1989), foi alem de condenar todos os réus citados no capítulo 6 da denúncia do mensalão. Ontem antes de proferir o voto, deu uma aula de ‘direito’: fez um categórico discurso em defesa da Corte e da moralização. Chamou os ex-deputados e parlamentares condenados pelo Superior Tribunal Federal, de ‘marginais do poder’, afirmando que, corruptos e corruptores envolvidos no esquema fizeram uma “aliança profana” para negociar votos e interferir no resultado do Congresso. O ministro também fez alusão ao esquema que vitimou toda a sociedade:’Foi um verdadeiro assalto à administração pública, com graves danos e sério comprometimento da dignidade da função pública. Dentre os diversos à partes dos colegas (sempre elogiando-o), ressaltamos a intervenção do presidente da corte, ministro Ayres Britto, com uma citação para corroborar com os argumentos do decano. “Ulisses Guimarães disse que, a corrupção é o ‘cupim da República”. Destacou ainda o ministro Celso que, o processo do mensalão ‘revela a face sombria daqueles que, no controle do aparelho de Estado, transformaram a cultura da transgressão em prática ordinária do poder; como se o exército das instituições da República pudesse ser degradado a uma função de mera satisfação instrumental de interesses governamentais ou desígnios pessoais”.

Como se pode observar, foi uma verdadeira aula.

NA MIRA DO STF

POLíTICOS DO PT NA MIRA DO STF.
Nas próximas sessões do julgamento do mensalão, o Supremo Tribunal Federal dará resposta à última pergunta fundamental do processo: quem determinou a corrupção de parlamentares da base aliada do governo Lula?
Os votos, na semana passada, do relator Joaquim Barbosa e do revisor, Ricardo Lewandowski estabeleceram a tese de que houve crime de corrupção passiva quando os parlamentares receberam dinheiro do esquema do mensalão. A maioria da corte deve seguir esse entendimento.
O crime se caracteriza pelo recebimento de vantagem indevida por servidor público em razão de sua função.
Ainda fica no ar a indagação de quem são os corruptores. No capítulo em julgamento no STF, que analisa a compra de apoio parlamentar, Barbosa condenou sete deputados ou ex-deputados por corrupção passiva. Lewandowski ainda está lendo o seu voto, mas já condenou o ex-deputado Pedro Corrêa (PP) e absolveu Pedro Henry (MT).
Nesse capítulo, o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares são acusados de ordenar pagamento de propinas.
Um ministro ouvido sob a condição de não ser identificado mencionou a possibilidade de os colegas adotarem a chamada teoria do "domínio do fato" em relação a Dirceu, que considera que autor do delito é quem tem o domínio final sobre o fato, as circunstâncias e os executores. Por ela, o acusado pode ser condenado sem haver prova cabal de que ordenou ato criminoso, mas sim que tinha o controle sobre ele.
A teoria foi levantada pela primeira vez pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que apontou Dirceu como "líder do grupo" e "principal figura" de tudo que foi apurado no processo.
Disse que o "autor intelectual" de um grupo criminoso "não fala ao telefone, não envia mensagens eletrônicas".
O ministro Luiz Fux afirmou que a existência do que chamou de um "megadelito" permite observar a possibilidade de "domínio do fato".

EXPLOSÃO NA ELETRONORTE

MAIS UM APAGÃO NO PAÍS.
As ditas med
idas necessárias afim de evitar os apagões no Brasil não passam de mero blablablá. No último final de semana, cerca de 06 estados do NE sofreram o duro golpe elétrico. Uma explosão na unidade da Eletronorte em Imperatriz no Pará, causou pânico e prejuízos aos brasileiros desta região do país. O ministro Edison Lobão em viagem no exterior marca reunião de urgência, mas não explica a gritante falha. Já o ONS- Operador Nacional do Sistema, alega o contrário, ao afirmar que, não houve a explosão e simplesmente uma falha no sistema, o que resultou no procedimento de desligamento da unidade. O Planalto continua não admitindo os constantes erros no setor. Com sistemas evidetemente tão falhos, precários e sem a devida manutenção, como pode o governo federal pensar em renovações de concessões no sistema eletrico/energético do Brasil? Para que a Eletrobras incorporou tantas empresas(16 +2), se não tem as mínimas condições de fiscalizar? a incompetência é gritante! Porque existem tantos ‘tubarões’ da política nacional querendo controlar o setor? A resposta é óbvia: há muito dinheiro envolvido, sem falar-se no imenso ‘cabide de empregos’. Contra fatos, não há argumentos. A contrução da usina de Belo Monte, tornou-se um monte(sem trocadilhos) de problemas, mesmo com os milhões de reais(80% são recursos do povo brasileiro)já destinados a obra. Até quando a nação ficará à mercê da incompetência administrativa? O Q.I. existente é o 'Quem Indicou". È assim que a PresidentA quer fazer a maior e melhor Copa do Mundo? quando os consumidores terão o reembolso dos 7 milhões de reais cobrados indevidamente? Em que século seremos um país respeitado? Positivamente neste século(XXI), NÃO.

UM ABSURDO.

BANCOS ELEVAM EXIGÊNCIA PARA ABRIR POUPANÇA.
EDITORIAL.
Investir na poupança está se tornando menos acessível. O ùnico investimento ao alcance de todos os brasileiros e com segurança (caso o país não quebre), pois países mundo a fora estão ficando de pires nas mãos, uma consulta efetuada a 35 agências bancárias pelo jornal O GOLOBO, aponta que depósito mínimo para abertura de novas contas pode alcançar o valor de R$1.000,00. Para especialistas, com a redução dos juros, as instituições financeiras viram seus ganhos com empréstimos reduzirem, e levou as empresas a direcionarem o foco para produtos com maior retorno a exemplo dos fundos de investimentos. A intenção dos bancos é vender outros produtos que dêem maior margem financeira que a poupança. A verdade é que não há regulamentação sobre o tema e tradicionalmente não existia aplicação mínima na poupança. Com tal impasse, veremos como será a atuação da 'toda poderosa' presidenta Dilma. Pelos menos, ganhou a queda de braço, quando reduziu a taxa de juros e modificou as regras.

LEMBRETE

Alem de columa própria, o editor também é o responsável pelos Editoriais do CPIBRASIL.COM.

TRAIÇÃO e MORTE DENTRO do CANGAÇO

Consta da história que o sanguinário e impiedoso cangaceiro Zé Baiano, chefe de um dos grupos de Lampião, atuava principalmente na região de Frei Paulo e adjacências, no nosso querido Estado de Sergipe, inclusive era um rico bandido que tinha a audácia de também ser um forte agiota, emprestando dinheiro a juros exorbitantes para fazendeiros e comerciantes daquelas cercanias.

O famoso bandoleiro ferrador Zé Baiano, apesar da sua feiúra em todos os sentidos, tinha o privilégio de ter como companheira a mais linda e atraente das cangaceiras, Lídia. Contaram os remanescentes do cangaço, mais de perto os então cangaceiros sobreviventes e alguns ex-coiteiros e protetores de Lampião, que a linda Lídia era daquelas mulheres de “fechar quarteirão”, de deixar todos os cabras-machos “babando” de desejo, principalmente quando se apresentava saindo dos rios ou lagoas em vestido molhado e colado ao seu estrutural corpo. Diziam ser um verdadeiro deslumbre de se ver a cangaceira Lídia no seu andar provocante, mas infelizmente não há uma fotografia dela sequer para assim comprovar tal beleza.

Por isso era admirada e desejada por todos os cangaceiros, mas ninguém se atrevia a dar uma “cantada” na moça, até porque, apesar de todos ali serem bandidos perigosos, havia muito respeito dentro do acampamento. Essa era uma das regras impostas e prova inconteste da liderança e comando de Lampião, ou seja, exigia o chefe, acima de tudo, que todos se respeitassem mutuamente e que só houvesse sexo entre os casais devidamente conquistados e efetivados. Além disso tudo, o próprio Zé Baiano, pela sua crueldade, era dos mais respeitados dentro do bando e mais ainda fora do acampamento, onde quer que chegasse. O seu nome fazia arrepiar e tremer de medo qualquer um, talvez até mais do que o próprio Lampião que era bem mais complacente. Um temível cangaceiro acostumado a ferrar mulheres com ferro em brasa com as iniciais JB nos seus rostos, virilhas ou nádegas somente pelo simples fato delas usarem cabelos curtos, maquiagens ou roupas decotadas. Enfim, um psicopata impiedoso, ignorante em todos os sentidos que matava, estuprava, roubava e torturava as suas vítimas sem dó ou piedade.

Ocorre, porém, que o desejo da carne terminou sobrepondo todos os perigos possíveis e assim a linda cangaceira Lídia terminou por ceder ou mesmo procurou os encantos do cangaceiro conhecido por Bem-te-vi e com ele passou a cometer adultério em eloquentes e quentes encontros sexuais dentro do mato quando da ausência de Zé Baiano no acampamento. No entanto, o cangaceiro Besouro que também já estava de olho em Lídia há algum tempo e até desconfiado que ela traia Zé Baiano com o Bem-te-vi, certo dia seguiu os dois quando eles entraram disfarçadamente mato adentro, pegando-os em flagrante na hora do ardente sexo. Daí fez uma proposta para a Lídia que se ela também mantivesse relações sexuais com ele, o segredo ficaria somente entre os três, caso contrário ele contaria tudo a Zé Baiano. Indignada, a corajosa Lídia retrucou agressivamente com palavras de baixo calão o cangaceiro Besouro e sua indecente chantagem.

Então, naquela mesma noite, quando todos estavam reunidos em volta a uma fogueira, contando e recontando as diversas histórias de Trancoso, histórias de assombração, histórias de botijas e histórias diversas das guerras do cangaço, o bandido flagranteador Besouro provocou a Lídia que apesar de tudo não arrefeceu mostrando força, coragem e determinação mesmo sabendo que tal gesto poderia valer a sua própria vida.

Presentes estavam os maiorais do cangaço que “lavaram as suas mãos” sem interferirem na decisão, a exemplo do supremo chefe Lampião e de outros da sua inteira confiança como Corisco, Luís Pedro, Moreno, Virginio e Labareda, além do próprio traído, cangaceiro Zé Baiano. Corajosa, afoita, determinada, atrevida no atrevimento suicida das mulheres decididas da época e até mesmo inconsequente para o momento, Lídia repeliu o seu companheiro surpreso e enlouquecido de raiva e ódio, Zé Baiano, exclamando em alto e bom som: Estive com ele, sim!... Que tem isso?... O que é meu eu dou a quem quero!...

Enlouquecido em místico de vergonha, raiva, ódio e desespero ao mesmo tempo, Zé Baiano arrastou Lídia até uma árvore ali perto e após amarrá-la, matou-a impiedosamente a cacetadas e depois chorou copiosamente a perda do seu grande amor, enterrando o seu tão desfigurado corpo do que antes tinha sido uma linda mulher. Para ele a sua honra fora lavada com o sangue da traidora. A partir de então Zé Baiano que já era malvado ficou ainda pior, principalmente contra as mulheres.

Já o cangaceiro delator, Besouro, foi morto ali mesmo por ordem de Lampião no momento em que Lídia disse que ele assim tinha denunciado o fato em contrapartida dela não ter aceitado também transar com ele. Por sua vez, o cangaceiro Bem-te-vi logo no início da conversa, de um pulo, tratou de fugir na escuridão, mato adentro em desabalada carreira para nunca mais se ter notícias dele.

Era um tempo atroz em que não se aceitavam traições femininas em hipótese alguma e quem assim se atrevesse a contrariar as regras pagava com a sua própria vida.

Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela Universidade Federal de Sergipe) Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

PT e o FOGO AMIGO

A velha guarda que ajudou o ex-presidente Lula durante o período do 'mensalão' e a reconquistar a presidência da Câmara em 2007, continua sendo posta para escanteio no governo da presidente Dilma, inclusive com a nítida impressão que há em andamento um 'processo de transferência do bastão petista ' para uma nova geração, dando assim, um autêntico chapéu nos chamados cartolas. Existe tambem, uma turma da ala majoritária, e quem afirme que cedo ou tarde a corda vai arrebentar.
Resumo da Òpera:
Alem de não se entender, o PT terá que ainda contornar as insatisfações do PMDB. Não faltarão panos para as mangas. VEREMOS!

ORÇAMENTO SALARIAL SEM CORTES.

 

Salário de 13 ministros extrapola teto de R$ 26,7 mil.

Artifício usado por governos passados afim de propiciar remuneração maior aos integrantes do primeiro escalão da Esplanada dos Ministérios, conselhos de administração e fiscais de empresas públicas e estatais, continuam sendo o grande "Papai Noel" durante o ano ao receberem jetons por participação nos referidos conselhos. Cerca de 33% dos ministros fazem parte da elite de funcionários com supersalarios, ultrapassando o teto oficial de R$26.723,15. No topo da piramide está o ministro Celso Amorim(Defesa), com um pró-labore de R$19.400,00 pela participação no Conselho de Administração da Itaipu Binacional. Toralizando R$46.100,00 mensais.
Guido Mantega, e Miriam Belchior(Planejamento), estão empatados na segunda posição do ranking
com renda mensal bruta de R$ 41,5 mil. Ambos são conselheiros da Petrobrás e da BR Distribuidora, e os jetons de aproximadamente R$15.000,00. Miriam Belchior poderia ganhar ainda mais: como titular da pasta do Planejamento, ela é obrigada a fazer parte do Conselho de Administração do BNDES mas, segundo sua assessoria, abriu mão de receber o pró-labore de R$ 6 mil por essa participação. O ministro
Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) engorda o salário com jetons de dois conselhos: é presidente do Conselho de Administração do BNDES, onde ganha R$ 6 mil mensais brutos, e integra também o BNDESPar,
recebendo R$ 5,3 mil. Braço direito de Dilma, Pimentel usufrui de R$ 38,1 mil por mês de renda. O vencimento do ministro da Ciência e Tecnologia é inferior ao do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, que acumula o salário de ministro com os jetons de duas empresas: BrasilPrev e BrasilCap, chegando a ganhar R$ 38,7 mil mensais. om toda essa 'farra', abdicar de 6 mil reais, chega a ser hilárico. Porque a Presidente efetua cortes nos orçamentos da união e não pratica o mesmo nos rendimentos dos seus ministros? O Brasil continua sendo administrado com dois pesos e quatro medidas.

Roy Lacerda (Editor).

 

 

O PRÉ-SAL, "SALGOU"!

As Empresas de perfurações maritimas Chevron e Transocean,
contratadas em parceiria com o governo federal, para a exploração
de petróleo, foram condenadas e multadas pelo vazamento na bacia
de Campos. Ocorre que, após pagarem a respectiva multa,
descobriu-se que a 3 km de onde colocavam os equipamentos de
perfuração, surgiu no vazamento e constatou-se que nada tem
a ver com o primeiro. E sim, a má formação de placas
tectônicas marinhas, ou seja: má acomodação do terreno no
fundo do mar. Por essa razão, as empresas estão abrindo mão
de continuarem os trabalhos. Todavia, o mais importante,
é que o ex-presidente Lula, no afã de maior projeção e a
consequente eleição da afilhada, assinaram contratos sem os
devidos estudos na área a ser perfurada.
Diz o ditado que "Todo apressado, come CRU".
Explorar petróleo, hoje em dia é coisa corriqueira; mas explorar
e retirar petróleo atravessando uma grossa camada de sal e atingir cerca de 7 mil metros, é outra.
Mister se faz, amplos e profundos estudos.
E um dos principais problemas a enfrentar-se é: a sonda obrigatóriamente
terá de ser constituída de material especial, pois, a corrusão causada pelo sal na parte externa,
e, logicamente o óleo a ser retirado provoca outra corrosão na parte inferior, alem do que,
após colocada, não mais poderá ser retirada. Com o impasse criado, quem pagará a conta
da ação açodada, será o povo brasileiro.

(Por Roy Lacerda)

CORRUPÇÂO TOTAL, GERAL e IRRESTRITA

Após denúncia do Correio Braziliense, Receita Federal vai investigar sonegação dos senadores


Carlos Newton


Reportagem de João Valadares mostra a importância da imprensa livre. A matéria informa que o Senado Federal está na mira do Leão, porque a Receita Federal abriu procedimento investigatório para acabar com a sonegação dos senadores ao receberem o 14º e o 15º salários, pois declaravam ilegalmente essa remuneração como se fosse “verba indenizatória do exercício parlamentar”, não-tributável.

 

A decisão da Receita foi tomada com base nas matérias publicadas pelo Correio. A farra das remunerações extras com dinheiro do contribuinte e, ainda por cima, o não pagamento do Imposto de Renda sobre o montante fazem com que a Receita deixe de arrecadar R$ 8,4 milhões, considerando os oito anos de mandato de cada senador.

 Os deputados distritais, que resolveram abolir a benesse após a denúncia do Correio, também estão no foco. O delegado Regional da Receita no Distrito Federal, Joel Miyazaqui, assegurou que o Senado Federal e a Câmara Legislativa vão ser intimados para apresentar toda documentação referente ao caso.

 Após a conclusão das investigações, a Receita deve lançar, por meio de um auto de infração, os descontos referentes ao Imposto de Renda nos rendimentos extras recebidos há até cinco anos. Por ano, cada senador deixa de pagar ao Fisco R$ 12,94 mil. No fim do mandato, o parlamentar embolsa R$ 103,58 mil.

 No entendimento do subsecretário de Tributação e Contencioso da Receita Federal, Sandro Serpa, as duas remunerações extras devem ser tributadas: “Esses rendimentos recebidos a título de salários extras não se enquadram no conceito de verba indenizatória do exercício parlamentar”.

 E ainda existe quem tencione limitar a liberdade de imprensa. Imaginem aonde a corrupção iria chegar se não houvesse a vigilância dos jornalistas. Nossos três poderes estão realmente apodrecidos.

 



O Redator comenta:

Informar é o dever precípuo da Imprensa. Assim como, os órgãos comepetentes fiscalizarem, apurarem e PUNIREM. O "Leão" do I. R. sabe abocanhar mordendo fortemente a grana dos contribuinte comum, e, ai! de quem cair uma vez na chamada 'malha fina', pra sair dela é dificílimo. Em muitos casos, levam vários anos. No caso acima e de outros poderosos contribuintes(?), O LEÃO será tão faminto e forte?


QUE PAÍS É ESSE?

Antigamente, aprendiamos na escola que a "Linha do equador" como sendo imaginária. Atualmente constatamos que o "Estado Democrático de Direito" e o Direito de IR e VIR também, mesmo estando na Constituição Federal do Brasil. Onde está o governo federal e seus pares, que não fazem cumprí-los? As greves efetuadas pelos policias militares na maioria dos Estados do N/NE, provam isso. A omissão da Presidente Dilma, Ministro da Justiça e o próprio Poder Judiciário, é vergonhosa. Os olhos do mundo, estão voltados para nós, e assistem atônitos os acontecimentos vividos principalmente na Bahia e hoje no Rio de Janeiro. E estão a perguntar: È com tamanha insegurança dos brasileiros que o país quer sediar uma Copa do Mundo? Onde a União, Estados e Municípios continuam 'empurrando com a barriga o óbvio? Até quando a população ficará encarcerada nas próprias residencias, assistindo  nos noticiarios, governantes com discursos vazios e que não levam a nada? Afinal de contas foram eleitos para fazerem cumprir as leis. Mesmo com o chamado 'leite derramado' continuam a iludir a nação com tremendos blá-blá-blás. È inadmissível tanto descaso. Paciência tem limites. No pavilhão Nacional, consta duas palavras que necessitam ser respeitadas: ORDEM e PROGRESSO. Infelizmente não as são. A desordem impera; O progresso, só existe para os políticos. O povo não tem saúde, educação, moradia, transporte publico e segurança. Quem não ouve conselho, ouve 'coitado'! diz um proverbio popular. O povo, não é um mero 'detalhe', como exemplificou determinada Senhora. O povo, é a força maior de uma nação e esta, a razão da existencia de um país. ACORDA, BRASIL!!!!!

(Roy Lacerda/ Editor/Chefe).

CONVIVENDO COM INIMIGOS

MONSTROS!  Esta é a palavra mais educada que encontramos para adjetivar os líderes  das greves nas PMs baiana e carioca. COVARDE!  A palavra para significar as atrocidades cometidas e atos de vandalismos.  Após as exibições das gravações telefônicas travadas entre os comandantes da greve, uma pergunta não quer calar-se:  todos foram enganados; policiais e sociedade. Estavam baianos e cariocas convivendo com verdadeiros inimigos. Descoberta a farsa, cabe aos governos dos dois estados, tomarem as devidas atitudes e urgentemente.

INACEITÁVEL!  A posição do Poder Judiciário e seu Ministro, que esperaram tanto tempo para “descobrirem” que a greve de policiais militares È INCONSTITUCINAL. Foi necessário que alguns estados do N/NE decretassem paralizações. Porque só agora a presidente Dilma dá declarações de revolta? Porque só agora decidiu falar publicamente? Na Bahia, foram necessárias que mais de 120 pessoas perdessem a vidae a população vivesse dias de terror, para que Governo e Autoridades, posicionassem e de forma branda. Positivamente, É LASTIMÁVEL!!!!!!!

(Roy Lacerda).

O PORQUE DAS GREVES nas PMs

EDITORIAL:

As greves instaladas nas PMs do Tocantins, Maranhão, Recife, Ceará e agora na Bahia, tem como responsável a não votação da PEC-300. A irresponsabilidade do Governo Federal e classe política, que vêm ‘empurrando com a barriga há alguns anos, desencadeando assim, o chamado efeito cascata. A reivindicação principal diz respeito a equiparação salarial os níveis de Brasília. A PM baiana, vem há três anos promovendo essa greve, solicitando também a o pagamento da GAP-5 (gratificação de atividade policial em nível 5).  Em 2001, a policia baiana também deflagou movimento de paralização, e a època, os senadores Lídice da Mata(PSB) e Walter Pinheiro(PT) e o Deputado Federal Nelson Peregrino(PT) candidato a prefeitura  de Salvador, formavam flileiras de apoio e empunhavam as bandeiras vermelhas da oposição, por que não aparecem agora para sentar com o governador Jaques   Wagner(PT) e  encontrarem rapidamente uma solução e pacífica? Qual o motivo de tamanha "OMISSÃO"? A Bahia e principalmente a capital, vive clima de tensão, e ações de guerra. Confrontos são travados entre as o Exército Brasileiro, Força Nacional e a Integrantes da PM, onde tiros de borracha são disparados contra os manifestantes. Atirar em vândalos e marginais é uma coisa. Mas atirar contra policiais militares, que são trabalhadores e defendem seus direitos, É no mínimo irresponsabilidade. A presidente Dilma tem que tomar uma posição à respeito; não pode cruzar os braços. O governador por sua vez, tem que também fazer a sua parte, pois è quem pode decidir a fim da greve, e não transsferir responsabilidades para o exército. A população baiana não pode continuar sem segurança., trancada nas residências e impedida de exercer o “DIREITO DE IR e VIR”.

(Roy Lacerda).

CÀOS NA BAHIA

EDITORIAL:

Com cerca de 80% da PM em greve há 4 dias, o baiano vive momentos de extrema tensão. No interior do estado, a Policia Federal tenta conter a violência. Ja na capital, nas últimas 24h a cidade vive verdadeiro 'terror': Lojas do centro amanheceram arrombadas e saqueadas, as poucas lojas que abriram as portas, fechou por volta das 14h. Na região surbubana, a população, siquer saiu de casa. De que adianta, a presença de 140 homens da Força Nacional e 400 soldados do EB, em ronda, já que não foram preparados para tal mister. O policiamento do Estado, tem que ser feito pelas Policia Civil e Militar. O Estado de Direito do povo, estar sendo violentado pelas "Associaçoes" que visam os próprios interesses. Até o momento em que publicamos esta matéria, apenas o Secretário da Segurança Pública, veio à público(ontem). Onde está o governador Jaques Wagner(PT)? Ele, sim, è quem tem de vir a público e falar quais as medidas que adotadas. Afinal, foi eleito, para fazer cumprir a Ordem Pública e assegurar o "Direito de ir e vir", garantido pela Carta Magna do Brasil. Causa-nos espécie a OMISSÃO, até entao do governante mor da Bahia.

Por: Roy Lacerda

A FICÇÃO MOSTRANDO A REALIDADE ATUAL DO BRASIL.

Nunca antes na história desse país a ficção relatou com tanta propriedade a atuação politica do Brasil. È uma verdade-verdadeira.

(Roy Lacerda)

Minissérie leva os políticos da vida real a buscar paralelos entre o país da ficção e o Brasil surreal :

Enfim, um herói. Paulo Ventura, o presidente da República ficcional de ‘O Brado Retumbante’, põe para correr os corruptos que roem o erário. Ao tratar o inaceitável de maneira impensável, diverte os políticos de carne e osso. Inspira-os a comparar o país irreal da TV com o Brasil surreal que os rodeia. A pouca idade, a cara de galã e a fama de mulherengo fizeram de Aécio Neves uma analogia fácil. O político do país alternativo da minissérie vai ao Planalto graças a um acidente que o torna o primeiro da linha sucessória, como presidente da Câmara. Um cargo que o presidenciável do PSDB já ocupou. Espraiou-se rapidamente uma tese conspiratória. Nessa versão, a obra de Euclydes Marinho, autor da minissérie, seria uma tentativa da Rede Globo de envernizar a imagem de Aécio. Alertado por sua assessoria sobre a fantasia, o tucano Aécio riu. “Quem me dera!”, disse. No Brasil da ficção, o presidente ocasional é inflexível na aplicação de seus princípios éticos e maleável no manuseio do zíper. Livra-se de ministros corruptos com a mesma facilidade com que coleciona amantes. Um de seus casos é a mulher de um senador baiano. A moça é identificada no palácio pelo codinome de “bancada baiana”. Ligado na cena, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) pendurou seu encatamento no twitter: “A bancada baiana é linda!” Rodrigo Moura, vereador baiano do DEM, replicou: “A Globo já está subliminarmente colocando Aécio Neves 2014 na Presidência do Brasil. Percebeu, amigo?”. Lúcio contraditou: “Nada a ver, ficam procurando coincidências, mas a polêmica é bom [sic] pra Aécio.” Irmão do deputado, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), outro frequentador assíduo do twitter, sapecou: “E quem seria a bancada baiana do Aécio?” As tentativas de grudar o presidente Ventura no presidenciável Aécio esbarram nos fatos. No plano privado, Aécio foge da fama de namorador que estimulou no passado. Mantém com a catarinense Letícia Weber um namoro de quase cinco anos. Na seara pública, Aécio cultiva um estilo acomodatício que contrasta com os rompantes do congênere da ficção. O senador tucano tenta pavimentar sua candidatura costurando acordos que, no Brasil idealizado da minissérie, o presidente improvável combate. Herdeiro de um ministério podre, Paulo Ventura livra-se, já no segundo capítulo, do ministro corrupto da Justiça. Um deputado que faz dobradinha com outro personagem que açulou a imaginação da Brasília surreal. Chamam-no apenas de ‘Senador’. Em conversa telefônica com um colega de partido, uma liderança do PMDB abespinhou-se: “Estão querendo sacanear o Sarney”. Identificou a “maldade” numa cena em que o ministro desonesto, libertado da prisão graças a um habeas corpus, reúne-se com o ‘Senador’ num gabinete do Congresso. A petição dos advogados foi elaborada com esmero, alguém comenta. A reação do ‘Senador’ veio instantaneamente. Disse que, mais eficaz do que a peça dos defensores do aliado pilhado recebendo propina, é a boa relação que construiu com membros do Judiciário em seus “50 anos de vida pública”. A guerra aberta pelo presidente contra o ‘Senador’ e seu grupo faz da nação da minissérie um país tão inimaginável quanto o da fantasia real, um Brasil que jamais acontece. Fora do vídeo, a história real vem sendo contada como farsa. Personagens incômodos não são combatidos. Viram aliados. E são chamados de “incomuns”. De embaraço, os escândalos tornam-se hábitos. De hábitos passam a parâmetros. E quando a platéia se dá conta, nada mais (a compra da emenda da reeleição, sob FHC; o mensalão, sob Lula) precisa ser muito explicado. O país finge que não aconteceu. Ex-procurador da República, Pedro Taques (PDT-MT), hoje um senador idealista de primeiro mandato, enxerga méritos no divertimento televisivo. Acha que, abstraindo as imperfeições jurídicas, o enredo convida à reflexão. “É possível presidir o país sem abrir mão de princípios éticos”, acredita. Como? “Estabelecendo vínculos diretos com a opinião pública, por meio da internet, uma ferramenta que não estava disponível no passado.” O uso da web é, alias, um dos recursos de que se serve o presidente improvável da TV. Cercado de um grupo de assessores palacianos, Paulo Ventura dá de ombros para o Congresso escorado na repentina popularidade. Numa passagem, recebe o ministro da Agricultura, flagrado em desvios do crédito agrícola. Refuta as alegações do acusado, que reage invocando o apoio de seu partido ao governo. Súbito, o ministro desonesto recorda ao presidente a importância de preservar a “governabilidade”, um vocábulo muito em voga no Brasil surreal. O presidente dá de ombros. Demite o auxiliar de maneira implacável, aproximando-se do modelo preconizado pelo senador Taques. Prevalecendo o otimismo de Taques, a minissérie levaria à reflexão sobre os motivos que levam à submissão de sucessivos governantes a um presidencialismo em que coalizão virou sinônimo de cooptação. Parece improvável que isso venha a ocorrer. Nessa hipótese, os atores do Brasil que não cabe na TV teriam de discutir não o modelo em que o ‘Senador’ e Cia dão as cartas, mas a sua predisposição para o medo. No limite, iriam a debate as razões que levam o Brasil a concordar em ser, indefinidamente, uma espécie de Maranhão hipertrofiado. Há dois dias, encontraram-se em São Paulo Aécio Neves e o presidente do PSDB federal, deputado Sérgio Guerra (PE). Entre um compromisso e outro, falaram sobre a minissérie. Aécio comentou com Guerra a associação que se estabeleceu entre ele e Paulo Ventura. Guerra fez troça. Disse que o presidente da ficção não é inspirado em Aécio, mas no vice de Dilma Rousseff, o pemedebê Michel Temer. Gargalharam. Aécio revelou uma ponta de preocupação com o desfecho da minissérie. Receia um final trágico para o destemido Paulo Ventura. Por ora, as reações do grupo do ‘Senador’ resultaram num mal sucedido atentado a bala e numa infrutífera tentativa de chantagem. O ‘Senador’ enviou ao palácio, junto com uma caixa de bombons, fotos do presidente aos beijos e amassos com a “bancada baiana”. No Brasil surreal, o recurso a esse tipo de intimidação talvez jamais ocorresse. Escândalos sexuais ameaçam governos e acabam com carreiras políticas nos EUA. Aqui, uma Mônica Lewinsky teria dificuldades para virar notícia. Seja como for, a mulher de Paulo Ventura, embora contrafeita com o adultério, deu-lhe o apoio necessário para reagir à coação. Em telefonema ao ‘Senador’, o presidente impensável desafiou-o a enviar as fotos aos jornais. Inaugurado na terça-feira (17), o Brasil ilógico da TV terá a duração de oito capítulos. Logo o país saberá se os temores de Aécio se confirmarão. A platéia, naturalmente, torce para que a ficcão lhe proporcione algo que a realidade não tem sido capaz de prover. Na vida sureal, falta vilão. Um vilão em que a maldade esteja na cara, sem ambiguidades, que enrole as pontas dos bigodes antes de tramar a deposição do presidente, como faz o ‘Senador’. Fora da ficção, vilões desse tipo não existem. São todos bons sujeitos. Inocentes. Ou cúmplices.(Fonte: Blog Josias de Souza).

 

BRASIL ESPERANÇA

 

 

 

 

 

Como diz aquele velho jargão, “Brasileiro Profissão Esperança”, o ano que hoje se inicia, espera a nação verde-amarela que, os governantes deixem de olhar para o próprio umbigo e passem das promessas as ações, os programas sociais saiam do papel e alcancem a todos independentemente do credo, etnia, conta bancária etc. No mais, desejamos aos amigos que 2012 seja repleto de realizações.

FELIZ 2012!!!!!!!! E viva o BRASIL!!!!!!!!!

Por : Equipe do CPIBRASIL.COM

Mais Artigos...
Banner