Home Acordo Ortográfico

Roy Lacerda

UMA FACA DE DOIS GUMES.

 

 

 

 

 

 

 

Após a pálida partida da Seleção Brasileira com o Mèxico, reconhecida até pelos próprios jogadores, o único resultado que interessa hoje é a vitória contra Camarões. Contudo, o jogo de logo mais no Estádio Nacional Mané Garrincha, apresenta alguns aspectos que precisam ser analizados:
1- A desclassificação da seleção de Camarões a fará jogar sem maiores responsabilidades; será um franco atirador.
2- Como 'franco atirador' Camarões poderá dá-se ao luxo de jogar dando espetáculo e curtir o jogo contra os donos da casa e penta-campeões.
3- A seleção canarinho terá que ganhar e se possível com folga no placar, pois, assim garantirá a primeira colocação do grupo e,  a consequente fuga do jogo contra a Holanda na fase seguinte.
4- Não pense a seleção brasileira que o jogo será fácil. Pelo contrário. Os jogadores brasileiros têm que mostrar que estão preparados para o título. afinal,alem da Copa ser na nossa casa, somos os penta-campeões
Por todos estes aspectos, o jogo está despertando aqui em Brasília muito interesse por parte da torcida 'candanga'. Num raio de 4 km do estádio,  o trânsito foi proibido e somente à pé pode-se chegar às redondezas.
No mais è torcer, jogar e classificar.
Por: Roy Lacerda.


APENAS UMA!


 

De todas as instituições que seriam confiáveis pelos brasileiros, somente uma enquadra-se nesse item: O Exército Brasileiro. A penultima, o STF, apesar de todo o esforço do seu presidente, o magistrado Joaquim Barbosa, deixou de sê-lo. A desastrosa decisão do seu colega Teori Zavascki de libertar todos os envolvidos na quadrilha que atua na corrupção da Petrobras em agradecimento à Presidanta pela indicação à suprema côrte, revoltou a nação. A ação do magistrado foi tão danosa, que voltou atrás e reconduziu os libertados à cadeia. Ocorre que, a 'emenda foi pior que o soneto'. Manteve em liberdade o 'cabeça da quadrilha: o ex-diretor Paulo Roberto Costa. Por que esta exceção? A nação quer saber. È chegada a hora do Conselho Nacional de Justiça apurar com grande profundidade a situação. Afinal de contas, trata-se de roubo dentro da maior empresa brasileira.

Por: Roy Lacerda.

VERMELHO DE VERGONHA!


Em entrevista  um jornal carioca, Zagalo disse:

"As bandeiras não tremulam, apitos, camisetas... estão encalhados nas lojas... O Brasil às vésperas da Copa, não está vibrante em verde e amarelo. O Brasil está vermelho; Vermelho de vergonha.

Vermelho de ver tanta corrupção.

Vermelho de ver tanta 'maracutaia', tanta 'cara de pau' dos nossos governantes.

Estamos 'vermelhos' vendo grande parte de nossos políticos e poderes sendo calados e comprados pela corrupção.

O PT conseguiu tirar o brilho até do que o brasileiro mais gosta... È o vermelho tingindo de corrupção nosso verde e amarelo...!meu ip

N.E.

PARABÉNS, ZAGALLO"


BRASIL NÃO CUMPRE MAIS UM COMPROMISSO

A 30 dias da copa, a matriz de responsabilidades que integram o documento onde estão listados o que o Brasil faria em matéria de segurança, mobilidade, telecomunicação e estádios em documento assinado e entregue a FIFA em 2010, SOMENTE 41% estão concluídos. A mobilidade urbana é o setor que causa protestos, só 10 % estão prontos.  Três estádios ainda precisam de ajustes. Os Governos das sedes da Copa, dizem que mudanças nos projetos, demora em repasse dos recursos federais e até as chuvas são desculpas esfarrapadas. O Ministério dos Esportes afirma que, os projetos que não forem concluídos a tempo, serão entregues depois à sociedade. Grande piada!!!
Compromisso é compromisso!!!! E olhem que foi assumido há 4 anos.
O 'marolinha" e a Presidanta, disseram que o Brasil faria a melhor copa de todos os tempos.
Que vergonha para o Brasil.

 

46 BI NA CONTA DO CONSUMIDOR

Os reajustes do Planalto nos preços da energia e combustiveis vão custar aos brasileiros cerca de 46 bi, tendo um impacto de 1% do PIB, ou duas vezes o orçamento do Bolsa família. O fato foi apresento pelo Governo a economista de banco japonês. Toda essa 'lambança' da Presidanta, é motivada pela falta de planejamento do governo e de interesses políticos. O Planalto prometeu e cumpriu a diminuição em 20% da tarifa de energia. Os baixos níveis dos reservatórios das hidroeletricas, têm causados um processo insustentável para o país. Políticas artificiais de controle da inflação, nunca funcionaram; criam sempre, enormes distorções que custam caro ao consumidor. È fragrante o temerário e irresponsável  resultado de uma política governamental, evidenciando o interesses eleitoreiros. A falência do governo petista é geral, total e irrestrita.

E pôe na conta do povo!!!!

Por: Roy Lacerda.

Mais Artigos...
Banner