Home Acordo Ortográfico

Roy Lacerda

A LADAINHA DE SEMPRE

Após assistir ao 3º debate em televisão, chego a decepcionante conclusão: a mesma ladainha é instalada; ofensas, disse-me-disse, bate boca etc na tentativa de desconstruir adversários e seus programas. O nível continua mais baixo que extração de petróleo. Chega a ser patético a atuação de muitos; Senso de ridículo? nenhum; "Simancolque é bom? necas de pitibiribas. Ao presenciar tamanho show de besteirol, a própria classe política, nos dá totais condições (mais uma vez) de analisarmos com frieza a postura, capacidade e honradez, dentre outros requisitos daqueles que queremos colocar no comando do Brasil.

Confesso que, não tenho mais 'saco' que sentar-me à frente do televisor e assistir a nenhum programa onde o assunto seja eleições, quer seja como cidadão ou profissional da Imprensa. Espero que o eleitorado brasileiro, após inúmeras tentativas consiga finalmente o tão almejado acerto.

Por: ROY LACERDA.

COBRANÇAS DE AMIGOS E COLEGAS

Alguns amigos cobram-me opiniões a respeito dos debates já realizados entre duas emissoras de TV. Já alguns coleguinhas me intimaram a não ficar em cima do muro(aliás não costumo fazê-lo).

Então vamos por partes:

1)No debate realizado pela GloboNews  entrevistando os cinco primeiros colocados em pesquisas de intenções de votos e individualmente, permitiu ao eleitor durante as 02 e meia horas do programa, melhores condições de avaliar a conduta e tentativa de explanação das respectivas propostas de governo, apesar de que, alguns entrevistadores quisesse em várias oportunidades tornarem-se as 'estrelas do espetáculo'. Evidente que as 'velhas raposas' políticas tiveram razoável desempenho ( Ciro Gomes,  Geraldo Alckmin e Àlvaro Dias) em relação a candidata Marina Silva. E porque na minha opinião desempenho fraco? justamente por não acrescentarem nada de novo. Já o candidato Jair Bolsonaro mostrou sagacidade ao elucidar melhor as necessidades do País e da nação no momento;

2)No debate realizado pela Band, contou com maior presença de candidatos, todavia, tornou-se em alguns momentos, enfadonho. O modelo do programa trouxe pouquissímas alterações em relação aos anos anteriores. A emissora que detém o título de 'pioneira' em debates desta natureza, deixou a desejar.

Conclusão:

Sem ser nenhuma 'sumidade' ou 'salvador da pátria', muito longe disso, o candidato Jair Bolsonaro vem se tornando um 'fenômeno', assim como foram em suas épocas Jânio Quadros e Fernando Collor.

Por: Roy Lacerda

INICIO DOS CONCHAVOS

Começou a "corrida eleitoral". A partir de agora, "amigos & inimigos ferrenhos" associam-se em conchavos na tentativa conseguir-se mais um mandato político. Chega a ser vergonhoso, pra não dizer nojento, a busca por maior tempo de rádio/tv durante o horário eleitoral, pois, o Fundo Partidário, foi reduzido sensivelmente, obrigando aos Partidos reservarem maiores recursos financeiros para os 'cargos federais'. Com o advento das chamadas redes sociais, mudou-se em parte, o módus-operandi da classe política durante as respectivas campanhas; As velhas pesquisas com intenções de votos, outrora fator impactante junto ao universo de eleitores, ficaram em  2° plano.

A Globalização e a comunicação via internet permitem a  instantaneidade  qualquer informação e, por via de consequência, traz no seu bojo, a troca de opiniões entre os grupos de amigos/familiares.

Desta forma, eleições, plebiscitos e similares jamais serão os mesmos.

Contudo, continua dependendo de nós, as mudanças no 'quadro político' e na qualidade dos Políticos que queremos de agora em diante.

MUDA, BRASIL!!!!!!

Por: Roy Lacerda

RAPOSA X RAPOSA


A queda inevitável do senhor Eduardo Cunha, fará com que, toda a sujeira incrustada no Congresso e Planalto venha à tona. Conhecedor como poucos do Regimento da Câmara Federal, usou de todos os "trunfos" que lhes eram favoráveis, diga-se de passagem, licitamente, para evitar a derrota. Mostrará ao país que não ficará "pedra sobre pedra": irá apontar todos os colegas (derrubando-os) dos respectivos 'tronos'. Apontado por alguns, como o único a saber jogar o 'jogo sujo' do PT, a chamada briga de 'raposa contra raposa" (Cunha versus PT), irá num futuro bem próximo ser benéfica ao Brasil. Todos os políticos envolvidos em corrupção, serão desmascarados. A nação verde-amarelo, começará a respirar novos 'ares'. Acende-se no fim do túnel, a luz para a tão almejada "limpeza" da classe política.

VIVA A OPERAÇÃO LAVA-JATO!!!!!

Por: Roy Lacerda.

SEM RETOCESSO


 

A 24ª etapa da Operação Lava-Jato, denominada "Aletéia" (em busca da verdade), culmina com o fechamento do círculo em torno de todo o esquema de corrupção no Brasil. A condução coercitiva do "Marolinha" para a Polícia Federal, marca o início do fim da corrupção do Governo Petista. Acendendo assim, o sinal de alerta para todos os envolvidos. Tanto é, que o presidente da Odebrecht, Marcelo e presidente da OAS, Lèo, segundo seus advogados já admitem assinarem os respectivos acordos para a Delação Premiada; E porque a pressa do Senhor Marcelo, mudando rapidamente de postura, já que durante todo este tempo alardeava que nada tinha a 'delatar'?  A "caiada" casa do PT, implodiu! A gôta d'água para transbordar o copo das investigações e apertar de vez o nó, foi a prisão dos marqueteiros baianos João Santana e esposa.

O fato, que nos faz rir, é a declaração pública da "Gerentona" Dil-má, que o Senador Delcício do Amaral, antes da prisão era o 'homem de confiança' do Governo para diversas estratégias do Esquema PT, e hoje não passa de uma grandissímo mentiroso. Nada do que foi por ele delatado e publicado na revista IstoÈ, reflete a verdade. A recente declaração do "Marolinha" de que: "Se me prederem, viro herói; se me matarem, viro mártir; E se me deixarem solto, viro presidente de novo".

Ora, convenhamos de que tal 'encenação' não passa de jogo p'ra 'platéia".

A verdade é que: Contra fatos, não há argumentos!

A lei é dos homens. Mas a Justiça, é Divina.

Por: Roy Lacerda.

Mais Artigos...
Banner