Home Notícias

Notícias

A TV BAIANA E SEUS POPULARES

Quando falamos em programas populares e telejornalismo popular, a que nos referimos? A um formato que tem alta receptividade e grandes níveis de audiência? A um jornalismo ou programa direcionado para as denominadas “classes populares” (público das classes C, D e E)? Afinal, porque jornalismo popular, ou programas populares? Esta é uma discussão muito importante. No entanto, não seria pretensioso o suficiente, de minha parte, crer que seria possível no texto que vocês irão ler, esgotar este empolgante tema.

Compreende-se que a utilização do termo cultura popular e jornalismo popular adquiriu, com o decorrer do tempo, adjetivações e novos significados, que vieram carregados de valores negativos, na maioria das vezes. Um dos mais utilizados ao se referir a jornais e programas populares é o sensacionalismo, palavra utilizada para condenar uma publicação. Seja qual for a restrição, o termo é o mesmo para quase todas as situações. Ao nomenclaturar um produto nessa classificação, o telespectador/crítico censura-o, colocando-o à margem de um jornalismo sério e relevante, não atendendo as expectativas do público.

Feitas as devidas definições, é possível organizar, agora, uma ordem de desaprovação do que é exposto diariamente na televisão brasileira, já que a associação entre jornalismo popular, sensacionalismo e baixo nível de qualidade são erroneamente colocadas, em detrimento dos produtos vendidos atualmente no horário do almoço.

Observando o cenário televisivo baiano no aspecto de interação comunicacional com a comunidade e as demandas por informação da população das classes C, D e E, percebemos que há muitos programas populares que vão ao ar diariamente, de segunda a sexta-feira, no horário nobre da tarde, com grande alcance de telespectadores, que, no entanto, possui variedade temática pouco diversificada.

Os programas populares produzidos atualmente em Salvador, como o “Se Liga Bocão” e “Balanço Geral”, transmitidos pela Rede Record/ TV Itapoan, “Na Mira” e “Que Venha o Povo”, do SBT/ TV Aratu e “Boa Tarde Bahia” da Band Bahia, cobrem, principalmente, a violência urbana, da forma mais torpe possível, com exceção do último programa citado que apresenta maior variedade temática, sem explorar tanto a violência. Neste mesmo horário também passa o jornal “Bahia Meio Dia” da TV Globo que busca se aproximar do público das classes populares por meio de matérias e quadros de serviços como “Desaparecidos” (mostra pessoas que estão a procura de familiares desaparecidos) e “Procuro Trabalho” (divulga vagas disponíveis de emprego).

Nos programas citados, é recorrente observar âncoras assumindo o papel de “defensores dos excluídos” ou justiceiros e muitas vezes produzindo um jornalismo assistencialista. Os repórteres abordando de modo jocoso ou irônico, fontes que se encontram vulneráveis (feridas, detidas em delegacias, deitadas no chão, presas, em luto após a perda de um ente, consumindo entorpecentes etc.). Os programas adotam personagens como repórteres ou repórteres personagens como Adelson Carvalho, que trabalha no Balanço Geral, e no Se liga Bocão. Com os bordões “abre o olho, jovem” e “jovem, jovem!”, Adelson consegue fazer piadas nas situações mais esdrúxulas e anti-humanas registradas na TV baiana. Diferentemente dos repórteres convencionais, ele gesticula muito, faz piadas com os entrevistados e com frequência fala em primeira pessoa e conversa com as fontes com uma intimidade de quem já as conhece, o que serve como estratégia de aproximação e identidade. Isto gera confiança, porque se o programa tem uma linguagem “do povo”, vai defender os interesses do povo.

Esta descontração e linguajar têm sido adotada por programas que se enquadram no perfil de jornalismo popular. Reiterando o que já foi dito, esta maneira mais informal de lidar com a fonte cria uma relação de identificação com o telespectador que consegue se reconhecer nos programas populares. Assim, erroneamente, os telespectadores pensam ter um “defensor” de suas causas. Mal sabem eles que a intenção é meramente mercadológica. Todos seguem uma mesma linha de apresentação, usando a exploração exagerada da violência, sensacionalismo e conflitos familiares como forma de ganhar audiência, em um horário estratégico, que varia entre 12 e 14 horas, no qual famílias reúnem-se, inclusive crianças e trabalhadores em intervalo para almoço, para assistir TV.

Diante do aqui exposto, e do alcance que a televisão possui como veículo de distribuição massiva da informação, que abrange todos os públicos - em especial os das classes C, D e E, que tem neste media a principal ferramenta de informação -, saliento que é importante disponibilizar programas que tenham a capacidade de entreter, mas também de passar informações condizentes com a realidade do público-alvo. Que cubra não só a violência que acontece no dia a dia em diversas localidades de Salvador e região metropolitana, mas também assuntos relacionados a emprego e renda, educação, segurança, esporte, meio ambiente, cultura, dentre outros temas importantíssimos de uma sociedade, mas que, ainda hoje, são tratados como coadjuvantes da cultura baiana. O problema é trocar duas horas de “pinga sangue” que ainda assim, conseguem sustentar audiências que “batem” em uma Rede Globo, por algum outro produto que tenha prestação de serviço, sem ser assistencialismo, capaz de gerar a renda que a degradação do ser humano ainda gera em Salvador.

Por Gabriela Marota(Jornalista).

SERÁ QUE O MUNDO VAI ACABAR EM 2012?

N.E. Muitos estão a se perguntar se o mundo realmente vai acabar em 2012. Numerólogos, estudiosos, estão a pesquisar. Cabalas estão sendo realizadas e estudadas. Por tudo isso, resolvemos publimar o texto abaixo.

SOBRE A PROFECIA MAIA

O especialista em cultura maia explica o que  esta civilização escreveu durante o próximo ano. Há quinze anos, Fernando Malkun, barranquillero (natural de Barranquilla, uma cidade da Colômbia) de origem libanesa, deixou a arquitetura que tinha estudado na Universidade de los Andes, e a qual havia se dedicado por  quase uma década, para responder às perguntas que se atravessaram em sua vida. Durante esse tempo, ele se encontrou com a cultura Maia e dedicou-se completamente ao seu estudo. Hoje é um especialista no tema, com reconhecimento internacional e continua viajando pelo mundo  explicando a mensagem que esta civilização deixou para os seres humanos.

. Os maias disseram que o mundo iria acabar em 2012?

- Estão gerando um pânico coletivo absurdo aduzindo que eles tinham anunciado que o mundo iria acabar em dezembro de 2012. Não é verdade. Os Maias nunca usaram a palavra fim.  Anunciaram um momento de mudança, de grande aumento de energia do planeta, o que causaria “eventos de destino”, isto é, definitivos, nas pessoas. O problema é que o nível de consciência da maioria das pessoas atinge apenas o fim do mundo e não a transformação de consciência. Quando isso vai acontecer?

- Não vai acontecer, está acontecendo. As pessoas não estão juntando todas as peças do quebra-cabeças para perceber isso. Acreditam apenas que estes eventos atuais são causados por um conjunto de “coincidências” evolutivas. Mas estamos em uma onda de mudanças como nunca antes.

O que se percebe, segundo o que é dito pelos Maias?

- A profecia anunciou que o planeta  aumentaria a sua freqüência vibracional, o que é um fato: esta freqüência, que  se mede com a ressonância Schumann, passou de  8 a 13 ciclos. Todos os planetas do sistema solar estão mudando. De 1992 até hoje, os pólos de Marte desapareceram  60 por cento e Vênus tem quase o dobro de luminescência. Passamos 300 anos registrando o Sol e as tempestades solares maiores têm ocorrido nos últimos seis meses. Houve um aumento de terremotos de 425 por cento. Tudo está  acelerado dos pontos de vista geofísico e solar. Nosso cérebro, que irradia  suas próprias ondas, é afetado por essa maior irradiação do sol. Essa carga eletromagnética é o motivo por que  sentimos o tempo mais rápido. Não é o tempo físico, mas o tempo de percepção emocional.

. Fale sobre 1992. Por que este ano? O que aconteceu?

- A essência das profecias maias é comunicar a existência de um ciclo de 26.000 anos, chamado “o grande ciclo  cósmico”. Tudo, estações, meses, dias se ajustam a esse ciclo. Há 13 mil anos atrás, o sol –assim como agora- irradiou mais energia no planeta e derreteu a camada de gelo. Essa camada desaguou no mar, elevou o seu nível em 120 metros e ocorreu o chamado “Dilúvio Universal“. Os Maias disseram que quando o sistema solar estiver  novamente a 180 graus de onde estava a 13.000 anos atrás, a Estrela do Norte brilha sobre o pólo, a constelação de Aquário aparece no horizonte e o trânsito décimo terceiro de Vênus se der –  o que vai acontecer em 6 de junho de 2012 – o centro da galáxia pulsará  e haverá manifestações de fogo, água, terra, ar. Eles falam, especificamente, de dois períodos de vinte anos, de 1992 a 2012 e 2012-2032 – de intensas mudanças.

. Por que anunciavam isso?

- A proximidade da morte faz com que as pessoas repensem suas vidas, examinem e corrijam a direção que tomam. Isso é algo que ocorre somente se algo se aproxima de você, ou você passa diretamente, te impacta tremendamente. Isto é o que tem acontecido com os tsunamis,os terremotos, as catástrofes naturais de que vivemos, os conflitos sociais, econômicos etc.

. Então, eles falam de morte.

- Eles falam de mudança, de um despertar da consciência. Tudo o que está errado com o planeta está se potencializando com o objetivo de que a mente humana se dedique a resolvê-lo. Há uma crise de consciência individual. As pessoas estão vivendo “eventos de destino”, seja em seus relacionamentos, seus recursos, em sua saúde. É um processo de mudança que se baseia principalmente no desdobramento invisível, e está afetando em especial  à mulher.

Por que as mulheres?

- A mulher é quem terá o poder de criar a nova era, devido à sua maior sensibilidade. De acordo com as profecias -  não só as maias, mas muitas-,  a era que se aproxima é de harmonia e espiritualidade. As coisas que estão mal vão se resolver no período que os Maias chamaram de “tempo do não tempo”, que será de 2012-2032. Desde 1992, o percentual de mulheres que vêem a aura (seres curadores) do planeta tem aumentado. Hoje, é de 8,6 por cento. Imagine que em 2014 seja de 10 por cento. Isso significaria o início de um período mais transparente. Essa seria a direção da mudança não violenta.

. Mas o que se vê hoje é um aumento na agressividade.

- As duas polaridades são intensificadas. Estão abertos os dois caminhos, o negativo, escuro, destruição, de  confronto do homem com o homem; e o de crescimento da consciência. Existem várias vozes que estão levando os seres humanos a pensar sobre isso. Desde 1992, as informações proibidas dos gnósticos, dos maçons, dos Illuminati, estão abertas para que se utilize  no processo de mudança de si mesmo. A religião esta acabando e a religiosidade é que irá permanecer.

. Tudo isso, os Maias deixaram de escrito, assim específico?

- Não a esse ponto. Eles disseram que o sol iria mudar as condições do planeta e criar “eventos de destino“. O sol bateu todos os recordes este ano. Os  Terremotos aumentaram 425 por cento. A mudança de temperatura é muito intensa: de 92 para cá aumentou quase um grau, o mesmo que  subiu nos últimos 100 anos anteriores. Antes, havia 600 ou 700 tormentas elétricas simultâneas, hoje há duas mil. Antes se registravam  80 raios por segundo, agora caem entre 180 e 220.

. Como eles sabiam que isso ia acontecer?

- Eles tinham uma tecnologia extraordinária. Em suas  pirâmides havia altares de onde eles estudaram o movimento do sol no horizonte. Produziam gráficos com os quais sabiam quando haveria as manchas solares, quando aconteceriam tempestades elétricas. Foi um conhecimento que receberam dos egípcios, que, por sua vez, o receberam dos sacerdotes sobreviventes da Atlântida, civilização destruída 13.000 anos atrás. Os Maias  aperfeiçoaram os conhecimentos e foram os criadores dos calendários mais precisos. Um deles, chamado “Conta larga” termina em 21 de dezembro de 2012, e marca o ponto do centro exato do período de 26.000 anos. Eles sabiam que essas mudanças estavam vindo e o que eles fizeram foi dar essa informação para o homem de 2012.

. Será que estas mudanças só foram levantadas por eles?

- Todas as profecias falam da mesma coisa. Os hindus, por exemplo, anunciam o momento de mudança e falam sobre a chegada de um ser extraordinário qual o mundo ocidental cristão apregoa. Os Maias nunca falaram de um ser extraordinário que viria para nos salvar, mas falaram de crescer em consciência e assumir a responsabilidade, cada ser na sua individualidade.

. E se as pessoas não acreditam nisso?

- Acreditando ou não, vai  senti-lo no seu interior. A mudança que estamos vivenciando não é algo de se acreditar ou não. Neste momento, a maioria está vivendo um tempo de avaliação de sua vida. Por que estou aqui, o que está acontecendo, para onde eu quero ir? Basta olhar o crescimento da busca de espiritualidade, não de religiosidade, porque a religião não está dando mais respostas às pessoas.

. A sua vida pessoal mudou?

- Há quinze anos atrás, eu era tremendamente materialista. Minha conduta é muito diferente hoje. Eu me perguntei por que  estava aqui, para quê, e por razões especiais acabei metido no mundo Maia. E posso afirmar que não se tratam de crenças falsas para substituir crenças falsas. Tirei muitas histórias da minha mente, mas eu ainda estou no terceiro nível de consciência, que é dominante no planeta.

. Quem está mais em cima?

- Há pessoas que estão em um nível 4 ou 5. São as menos famosas, de perfil baixo. Em uma viagem  conheci um jardineiro extraordinário, por exemplo. Estes seres estão em serviço permanente, afetando a vida de muitas pessoas, mas não publicamente.

. O que devemos fazer, de acordo com essa teoria?

- O universo está nos dando uma oportunidade individual para reestruturar nossas vidas. A maneira de sincronizar-nos é, primeiro, não ter medo, perceber que podemos mudar nossa consciência. A física quântica já disse: a consciência modifica a matéria. O que significa que sua vida depende daquilo que você pensa. A distância entre causa e efeito tem diminuído. Há vinte anos atrás, para que se manifestasse algo em sua vida, necessitava-se  de muita energia. Há vinte anos atrás, qualquer fator de punição de um ato maldoso, ganhava-se os anos para receber alarde. Hoje tudo ganha destaque rápido. A corrupção pelo mundo afora tem ganhado destaque internacional. As ditaduras estão caindo. As religiões estão, a cada dia, mais problemáticas. Hoje, você pensa algo e em uma semana está acontecendo. Sua mente causa isso. O que devemos é buscar, as respostas estão aí. Basta ter olhos para ver e ouvidos para ouvir.

(COLB. Maria José do ARCDADOCONHECIMENTO,blogspot.)

Obs: Não conseguimos descobrir a Fonte.

LEMBRANDO

Como nós tambem não somos de ‘ferro’, estamos de recesso até o próximo dia 10. Lembramos aos amigos e leitores para acessarem os links do CPIBRASIL.COM, pois existem noticias publicadas que não aparecem na primeira página.

Um forte abraço da

EQUIPE.

A QUALIDADE DAS OBRAS PÚBLICAS

 

 

 

 

 

 

 

Trem reformado da linha 1-azul do Metrô fica parado um dia após ser entregue por autoridades, como o governador Geraldo Alckmin. Segundo o jornal 'Agora', logo após transportar as autoridades por cinco estações, a composição foi direto para o pátio do metrô por problemas mecânicos. O Metrô não explicou por que o trem reformado foi entregue supostamente sem estar apto para circulação.

Assim são as obras realizadas e entreguem ao povo pelas autoridades brasileiras. Tremendo vexame passaram aqueles que menosprezam os eleitores. A Justiça Divina não falha.

Belo presente de fim de ano. Palmas mil para nossos políticos.

(Everaldo Vevéu/Repórter)

BRINQUEDINHO PRESIDENCIAL.

A partir de 2012, a presidente Dilma Rousseff e o vice Michel Temer terão uma rotina ainda mais vigiada. Veículos e agentes de segurança do Palácio do Planalto estarão equipados com rastreadores para monitorar todos os passos, em tempo real, dos dois mandatários, além de seus familiares. Na última quinta-feira, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) lançou edital de licitação para a compra de 62 rastreadores que, por meio de sinal de celular ou satélite, irão repassar para uma central todas as informações sobre a posição geográfica das autoridades.
Hoje, os agentes se comunicam por meio de rádio.

O que nos causa espécie, é que a Presidente efetuou um corte de 50 Bi, e até hoje não definiu de forma efetiva onde serão efetuados esses cortes.  Os gastos palacianos continuam igual a uma carreta desgovernada ladeira à baixo. Os cartões corporativos que o digam. E agora mais quase 500 mil,  para um “brinquedinho presidencial”.  Eta, sangria nos cofres públicos.
Por: Roy Lacerda

MEXA-SE PRESIDENTE.

MONSTRANDO À PRESIDENTE.

Presidente Dilma, saia do gabinete, e viaje para todas as capitais do N/NE, solicite o carro oficial dos governadores e passeie pelas respectivas cidades. Só assim, verá a quantidade de famílias e pedintes nas calçadas. Verá também que o número já assustador, tende a crescer a cada dia. E sabe qual é o fator principal? O DESEMPREGO, que traz consigo a fome; a falta de condições para também pagar um ínfimo aluguel; e essa sub-vida, leva ao desespero e à marginalidade; estômagos famintos, não esperam: GRITAM. Como acreditar num programa de erradicação da pobreza, se a burocracia da máquina do governo, traz no seu bojo a lentidão, que por sua é aproveitada por órgãos duvidosos e por não serem fiscalizados, agem tranquilamente nos caminhos da corrupção, alem da certeza da impunidade. O tráfico de drogas, faz o papel do governo, dando empregos entre aspas, comida e proteção às famílias mais humildes e por isso mesmo arregimentam quantidade cada vez maior de interessados na venda e distribuição da maconha, cocaína e crack e seus derivados. A situação é tão caótica e alarmante, pois, são crianças, adolescentes e jovens, que ao ingressarem nesse submundo, reduzem suas estimativas de vida. O que será de uma nação, onde grupos e grupos de pessoas não vivem até os 30 anos? Em breve, seremos um país composto somente de velhos. Quem tende a ser erradicada do Brasil, é a juventude. NÃO A POBREZA.

(Por Roy Lacerda)

A COLUNA DO INDIGNADO

E O INDIGNADO estreiou hoje no CPIBRASIL.COM já cuspindo marimbondos. E que seja muito bem vindo!

Para ler as matérias basta clincar no link colunistas ou na respectiva foto.

MAIS UM MINISTÉRIO

Após denúncias, Lupi afasta primeiro assessor

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, determinou hoje o afastamento do assessor especial Anderson Alexandre dos Santos, coordenador-geral de Qualificação, acusado de ser operador do esquema de achaque a ONGs que tinham contrato com a Pasta, conforme denúncia publicada na revista Veja desta semana. Por meio de nota, Lupi disse que "não compactua com nenhum tipo de desvio de recursos públicos" e mandou abrir sindicância para apurar as irregularidades. Segundo informações, caciques do PDT, liderados por Lupi, teriam transformado os órgãos de controle da pasta em instrumento de extorsão. Relatos de dirigentes das ONGs Instituto Êpa, do Rio Grande do Norte e Oxigênio, do Rio de Janeiro, revelam que as entidades contratadas pelo Ministério para treinamento passavam a enfrentar problemas com a fiscalização da pasta e tinham os repasses de recursos bloqueados. Depois eram procurados por assessores graduados do ministro, que exigiam propina entre 5% e 15% do valor do contrato para que voltassem a receber recursos. Na nota, divulgada pela assessoria o ministro informa que o afastamento de Santos valerá pelo tempo que durar as investigações. Mas ressalta que será respeitado princípio da ampla defesa tanto dele como de outros servidores envolvidos nas denúncias. O ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), está na mira da presidente Dilma Rousseff, que deve reformar sua equipe no início de 2012. Dilma tem acompanhado há tempos as denúncias de cobrança de propina na pasta comandada por Lupi e, em agosto, mandou que ele demitisse seu chefe de gabinete, Marcelo Panella. Reportagem publicada pela revista Veja neste fim de semana mostra que assessores de Lupi são acusados de comandar um esquema de extorsão para liberar pagamentos de convênios com organizações não-governamentais (ONGs). Dirigentes de ONGs como o Instituto Êpa, do Rio Grande do Norte, dizem que colaboradores do ministro, como Weverton Rocha -- hoje deputado federal -- e Anderson Alexandre dos Santos exigiam pagamentos que variavam de 5% a 15% do valor dos contratos. Os dois respondiam diretamente a Marcelo Panella, tesoureiro do PDT e homem da confiança de Luppi. O esquema seria para abastecer o caixa do PDT. O Palácio do Planalto já sabia da reportagem. Na avaliação de auxiliares de Dilma, porém, é preciso apenas"monitorar" o caso, uma vez que a presidente já tomou providências para coibir fraudes em convênios com ONGs. Por ordem de Dilma, todos os convênios com ONGs passam por uma operação pente-fino por um período de 30 dias.

CPIBRASIL.COM(Comenta):

Parece brincadeira, mas é verdade. A cada mês do governo Dilma, um escâdalo na esplanada dos Ministérios. Circulam pelo país, a nova modalidade de “Mega-Sena”  que consiste em acertar-se qual o próximo ministério estará na berlinda, par ficar-se também milionário.

 

Vergonha

263 dos 513 deputados federais votaram a favor da colega Jaqueline Roriz. Portanto, deram o aval para a continuação da corrupção na Câmara Federal. Tres baianos absdtiveram-se de votar(nao compareceram): Arthur Maia(PSDB), Oziel Oliveira(PDT) e Nelson Peregrino(PT). Este último, é o candidato oficial a prefeito de Salvador, tendo o apoio do governador Jaques Wagner(PT). E a desculpa dada para o não comparecimento ao plenário, foi esta ocupado em determinada comissão interna. Por mais importante que seja essa Comissão, não é mais importante que a votação que decidiria ou não a cassação de uma deputado. Ou seja: Foi pior a emenda, que o soneto. Nossos parabéns áqueles que votaram pela continuação do mandato da deputada em questão.

TRANSPOSIÇÃO do rio S. FRANCISCO

Fernando Bezerra, ministro da Integração Nacional, nao esconde a verdade. As denúncias e que as obras da transposição do velho Chico, estão paralizadas há mais de um ano, desagradou a presidente Dilma. No noticiário do próprio ministério está a razão. Ora,se o próprio governo informa o por que da paralização, o aborrecimento presidencial, não passa de piada. Façam-me uma grande 'garapa' ! Brincadeira com a nação, tem hora!!!!!

IPI reduzido. Mas preço do carro, nao!

O planalto joga com dois pesos e duas medidas. Reduz a alíquota do IPI, para dar 'oxigenio' à Indústria mas, ferra o consumidor ao não permitir tambem a redução dos preços dos automóveis. Porque tamanha desonestidade com o povo brasileiro? Porque tanta benécie com os empresários? Será a reciprocidade por favores recebidos anteriormente? A nação pede e quer explicações palacianas.

MAIS UM ESCÂNDALO NO PLANALTO

E para não perder-se a contagem, em 7 meses d3 governo, 7 escândalos. Desta vez na Conab(Cia. Nac. abastecimento). O ex-diretor e irmão do senador romero Jucá, JUCÁ NETO, disparou:"Existe uma conluio entre o PTB Ee o PMDB na Conab e LÁ SÓ TEM BANDIDO". O ministro da Agricultura wagner rossi, disse que o episódio é uma fato isolado. A presidente Rousseff, deu ultimato ao seu ministério, afimando que nao mais aceitará "O eu na sabia". Doravante, todo o ministro será o reponsavel direto por qualquer problema que venha a sugir em sua pasta. A previsãoé de que o governo tenha pesadas nuvens rondando os céus do planalto quanto a todas as votaçoes no Congreso Nacional, a começar pela Còdigo Florestal Brasileiro, onde  o deputado federal Moacir Micheletto(PMBDB-PR), ameça abrir uma cpi para investigar a criaçãode parques. O g overno Dilma,vive a cada dia, sua agonia.
Roy Lacerda.

A Polícia e o povo

Em um país em que a sociedade clama por uma segurança pública mais eficaz e mais presente, nota-se que o organismo estatal sente-se impotente e incapaz para debelar sozinho a crescente onda de violência que assola todos os lugares.
A polícia como figura principal encarregada de manter a ordem publica para a conseqüente prestação da paz social precisa da conscientização e cooperação de toda a sociedade para alcançar os seus objetivos, entretanto, é fato presente que o povo, na sua maioria, ainda tem a polícia como se fosse então esta instituição a única responsável pelo assolamento da violência no país, a principal responsável pelo recrudescimento da criminalidade, como se fosse então os policiais seres Onipotentes e Onipresentes para estarem em todos os lugares a todo o momento a fim de evitar ou descobrir crimes como num passe de mágica.
A violência e o aumento da criminalidade que atinge o povo atinge também a Polícia, o Governo. Atinge a toda a sociedade. Todos nós estamos na mesma aflição.
A paz é a aspiração e o desejo fundamental de todo ser humano, entretanto só poderá atingida com a ordenação da potencialidade da sociedade e do poder público em torno do ideal comum de uma segurança justa, cooperativa e interativa.
A Lei entrega a Policia o poder do uso da força. Essa exclusividade da violência legal visa tão somente ajudar a regular as interações sociais. Através desse poder legitimado e da função específica de manter a ordem pública, a sociedade espera da sua Polícia toda a proteção possível e até impossível, entretanto, pouco ou nada faz para ajudá-la.
O estudo das relações humanas constitui uma verdadeira ciência complementada por uma arte, a de se obter e conservar a cooperação e a confiança das partes envolvidas, por isso o presente apelo que visa uma verdadeira interatividade entre a Polícia e a sociedade para melhor se combater a violência e a criminalidade reinante no país.
Durante muito tempo a sociedade pouco se incomodou com a questão da violência, da criminalidade e tinha a Polícia apenas como um mal necessário quando na verdade é esta valorosa instituição de defesa do cidadão, um bem essencial, um real instrumento da cidadania e da ordem pública. A Polícia é antes de tudo a guardiã das Leis Penais e o alicerce da Justiça. Sem a Polícia haveria o caos social absoluto.
O preceito constitucional de que a segurança pública é direito e responsabilidade de todos deve sempre crescer até ganhar apoio da maioria populacional e não apenas de uma parcela da sociedade. Os conselhos de segurança dos Estados, das cidades, dos bairros, dos povoados e as organizações não governamentais devem se fortalecer cada vez com a conscientização e a união ampla e irrestrita para ajudar a Polícia na sua árdua missão de combater o crime e resgatar a ordem ferida.
A sociedade brasileira precisa confiar mais na sua Polícia, no seu Ministério Público, na sua Justiça. Precisamos resgatar a confiança do povo nas suas instituições de combate ao crime, perdida através dos tempos.
Na mesma velocidade em que a criminalidade e a violência avançam no nosso país por motivos diversos, o crime organizado ganha forças principalmente com o tráfico de drogas que termina sendo a raiz de todos os outros crimes subseqüentes, tais como: seqüestros, homicídios, latrocínios, roubos, torturas, corrupções, extorsões, lesões corporais...
Precisamos, além de leis mais rígidas e menos burocráticas, da união de todos os segmentos da sociedade e em especial do poder público para formarmos uma Polícia verdadeiramente forte trabalhando sempre em interatividade com a população para enfim combatermos a marginalidade com mais presença, combate este que deve ter um maior investimento em ações preventivas para não sobrecarregar as ações repressivas como de fato vem ocorrendo no nosso país.
Assim teremos uma força satisfeita trabalhando todos como verdadeiros parceiros contra o crime em busca do ideal comum de uma segurança pública mais adequada e constante que a sofrida população brasileira bem merece.

Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela UFS) – Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Fonte: www.infonet.com.br

O DESESPEITO DOS ÓRGÃOS COMPETENTES.

O governo do es-presidente Lula, cantava em prol e verso o aumento dos nújmero de empregos no país. E citava as obras do PAC, sendo o carro chefe aliada à Contrução Civil. O atual governo segue na mesma balada. Se a indústria da construção civil., é campeã nos empregos com carteira assinada, tambem o é nas mortes e acidentes do trabalho. Hoje, mais um desses acidentes, ceifou a vida de tres trabalhadores quando do desabamento na construção de um hospital em Brasília. O pais continua tendo altíssimos custoscom internaçoes hosítalares e recuperação de acidentados, alem do custo com o pagamento de beneficios através do INSS, àqueles que ficam inválidos e a consequente aposentadoria. Se tivessemos governos sérios e preocupados com o bem-estar do povo, fiscalizações obrigatórias seriam realizadas alem de multas severas pelo nao cumprimento da lei aplicadas às empresas do setor. Mas, lamentavelmente, a IMPUNIDADE IMPERA. E vidas humanas são banalizadas, pelo completo descaso de quem deveria zelar pela nação. Afinal o primeiro artigo e paragráfo da constituição, diz: 'TODO PODER EMANA DO POVO E EM SEU NOME SERÁ EXERCIDO'. Mas para os governantes, isso não passa de mero detalhe.

POLITICAMENTE CORRETO? NO BRASIL? É GRANDE PIADA.

Festas Juninas, O 2 de Julho, Natal, Reveillon, Bonfim, Iemanjá, Carnaval, Micaretas, Semana Santa, Córpus Cristi dentre outras, compõem o calendário baiano. Festas e a Bahia, têm relação 'umbilical'. O baiano é admirado e criticado, por essas 'simbiose'. A festa, faz parte do DNA da Bahia. Contudo, não é uma exclusividade da Boa-Terra. O brasileiro é considerado pelos estrangeiros como um povo festeiro. Festas são inerentes e estão presentes em qualquer sociedade humana. A modalidade e o motivo é que mudam. As festas são fundamentais na história e na contemporaneidade. A infraestrutura e a organização, produzem empregos e renda. A festa cívica da Bahia, o 2 de Julho, data da independência, por pouco não teve o seu brilho empanado por ONGs e órgãos governamentais provocando novo efeito nefasto do "Politicamente correto" e de Prática politicamente 'inculta', como ocorreu na Lavagem do Bonfim e no tradicional bloco carnavalesco A Mudança do Garcia, com sua irreverência nos protestos a políticos e suas gozações, proibindo a participação de cavaleiros e suas montarias, sob a funesta alegação de maus tratos aos animais. Como fica a Cultura secular de um povo? Os Encouraçados" e suas montarias, fazem parte da história de luta pela Independência do estado e do Brasil. Representam o povo humilde que no campo de batalha, expulsou os portugueses e demais invasores das Terras verde-amarelo definitivamente. È preciso que os governantes tenham o devido respeito pelos antepassados. Após o dia do "Fico"(9 de Janeiro de 1822), e a expulsão das tropas portuguesas do Rio de Janeiro, as cortes de Lisboa decidiram concentrar suas forças na Bahia, acreditando que mais tarde pudessem atacar o Rio de Janeiro e retomar o controle das províncias do sul do país e, caso contrário, poderiam dividir o território brasileiro, mantendo as regiões Norte e Nordeste sob controle português. Por isso, na Bahia a guerra foi tão renhida e decisiva. Foram 17 meses de combates, onde a resistência obstinada dos baianos, ratificou a independência da nação e manteve o Brasil com dimensões continentais. E, que, o Congresso Nacional devolva ao aeroporto baiano, o seu nome inicial: AEROPORTO INTERNACIONAL 2 DA JULHO. A BAHIA merece respeito!

SENADO APROVA TABELA DO 'LEÃO'.

Na primeira votação após o recesso, de medidas provisórias, aprovado o índice de 4,5% de coreção até 2014. Sabemos ser totalmente defasado em cerca de 70% contra o contribuinte. Nao é justo um sistema tribitário igual para um megaempresário ou de um conglomerado financeiro e um simples trabalhador brasileiro. È pedir para abusar, e abusar da boa vontade! È muita sacanagem.

PARA ONDE VAI O NOSSO DINHEIRO?

Segundo fontes da Imprensa, cerca de um trilhão de reais por ano são desviados dos cofres públicos pela incompetência e corrupção no Brasil. Descobriu-se também que, todos os servidores terceirizados do senado quando encerram-se os respectivos contratos, "o jeitinho brasileiro" é logo dado. Migram para a nova prestadora de serviços, e, pasmem: a depender do sobre-nome, é imediatamente contratado para cargos comissionados.
Até quando a nação vai suportar esse 'módus-operandi' da classe política? As respostas exigida nas ruas, continuam sem aparecer. A Presidanta e seus pares, continuam a fazer vistas grossas. Pelo visto, a máxima brasileira: " A certeza da impunidade" vai perdurar por muito e muito tempo.

POBRE BRASIL!!!!! em todos os sentidos.

MARACUTAIA ARMADA


 

O patrão de Dirceu 'mensalinho', o dono do hotel e diversas emissoras de rádio, o empresário Paulo Abreu, pede ao Governo a concessão da antiga TV Excelsior que foi cassada(1970) pela ditadura. Sabedor que será necessário um decreto presidencial de anistia em favor do canal de tv, mexeu os pauzinhos políticos, levando como advogado o ex-deputado Sigmaringa Seixas, amigo pessoal do "marolinha" e muito ligado à presidanta Dil-má. Desta forma, o emprego concedido no Hotel Saint Peter faz parte de mais u'a maracutaia pelo Planalto, PT & cia.
O famoso e fajuto "toma-lá-dá-cá" permanece sendo a moeda de troca entre o Estado brasileiro, empresários e a classe política.
E assim, o país vai caminhando. Mas, caminhando para o abismo!!!!

Por: Roy Lacerda.

Banner