Home

Entretenimento

MODUS OPERANDI DO GOVERNO BRASIEIRO

PARÁBOLA DA DEMISSÃO DA FORMIGA DESOMOTIVADA.


Todos os dias, uma formiga chegava cedinho ao escritório e pegava duro no trabalho. A formiga era produtiva e feliz.

O gerente marimbondo estranhou a formiga trabalhar sem supervisão. Se ela era produtiva sem supervisão, seria ainda mais se fosse supervisionada. E colocou uma barata, que preparava belíssimos relatórios e tinha muita esperiencia, como supervisora.

A primeira preocupação da barata foi  a de padronizar o horário de entrada e saída da formiga.

Logo, a barata precisou de uma secretária para ajudar a preparar os relatórios e contratou também uma aranha para organizar os arquivos e controlar as ligações telefônicas.

O marimbondo ficou encantado com os relatórios da barata e pediu também gráficos com indicadores e análise das tendências que eram mostradas em reuniões

A barata, então, contratou u'a mosca, e comprou um computador com impressora colorida.

Logo, a formiga produtiva e feliz, começou a se lamentar de toda aquela movimentação de papeis e reuniões!

O marimbondo concluiu que era o momento de criar a função de 'gestor' para a área onde a formiga produtiva e feliz, trabalhava. O cargo foi dado a uma cigarra, que mandou colocar carpete no seu escritório  e compara uma cadeira especial.

A nova gestora cigarra logo precisou de um computador e de uma assistente a pulga (sua assistente na empresa anterior) para ajudá-la a preparar um plano estratégico de melhorias e um controle do orçamento para a área onde trabalhava a formiga, que já não cantarolava mais e cada dia se tornava mais chateada.

A cigarra, então, convenceu o gerente marimbondo, que era preciso fazer uma pesquisa de clima. Mas, o marimbondo, ao rever as finanças, se deu conta de que a unidade na qual a formiga trabalhava já não fendia como antes e contratou a coruja, uma prestigiada consultora, muito famosa, pata que fizesse um diagnóstico da situação.

A coruja permaneceu três meses nos escritórios e emitiu um volumoso relatório , com vários volumes que concluía: Há muita gente nesta empresa!

E advinha quem o marimbondo mandou demitir?

A formiga, claro, porque ela andava muito desmotivada e aborrecida.

N.R. Qualquer semelhança com Prefeituras, Estados e Governo Federal, é mera coincidência.


 

 

 

 

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir
assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral.
'As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...
Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade. Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!

FONTE:Mário de Andrade
(1893-1945)

INDEPENDE DA POSIÇÃO

Segundo estudos recentes,
De pé, fortalece a coluna;
De cabeça para baixo estimula a circulação do  sangue;
De barriga para cima é  mais prazeroso;
Sozinho, é estimulante, mas egoísta;
Em grupo,
pode até ser divertido;
No banho  pode ser
arriscado; 
No automóvel, é muito perigoso...
Com frequência, desenvolve a imaginação;
Entre duas pessoas
, enriquece o conhecimento;

De joelhos
, o resultado pode ser  doloroso...
Enfim, sobre a mesa ou no  escritórioantes de comer ou na sobremesasobre a camaouna redenus ouvestidossobre o sofá ou no tapetecom música ou emsilêncioentre lençóis ou no closet:, sempre é um ato de amor de enriquecimento, não importa a idade, nem a raça, nem a crença, nem o sexo, nem a posição socioeconômica...
...Ler é sempre um prazer!
DEFINITIVAMENTE, LER LEVA VOCÊ A EXERCITAR AIMAGINACÃO.
E VOCÊ ACABOU DE COMPROVAR ISSO.

 

 

UM FAX LIBANÊS.

 

Lula e  Dilma enviaram um fax para o Governo do Líbano, solicitando
uma doação  para o programa Fome Zero. *
*No dia seguinte chegou, via fax, a  resposta que dizia:*
*  BL.. MD... VBB... 6... 2...*
Dilma  não conseguiu decifrar e foi até Lula
que, com  seus profundos conhecimentos de gramática,  analisou o
documento e chegou a mais uma de   suas magníficas conclusões:
BL =  Beleza.

MD = Mandei depositar.

VBB = Via Banco do Brasil, 

6.... 2... = US$ 62.000.000,00 

(sessenta e dois milhões)!!!! 

Verificou-se  a existência da   tal conta no BB e
nada foi encontrado..


Ordenou-se então que procurassem em todos  os bancos BB:

Banco Bradesco, Banco de  Boston, etc. Nada!

Foi então que   alguém sugeriu  que chamassem o Samirzinho,  um
funcionário do quarto escalão do Planalto,  descendente de libaneses.

Samirzinho  olhou para o documento:

BL... MD....  VBB.... 6... 2... ; e em menos de 30 segundos o  traduz: 


"BrezidentA LulA... MinistrO DilmO... Vai  Buda Bariu....Seis Dois!!"



BRINCANDO COM A LÍNGUA BRASILEIRA

"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe.
Fazer é demonstrar que você o sabe.
Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você".
(Richard Bach)





 


M E R D A 
(Nem o Aurélio definiu tão bem)

A palavra mais rica da língua portuguesa é a palavra MERDA.
Esta versátil palavra pode mesmo ser considerada um coringa da língua portuguesa.

Vejam os exemplos a seguir:

1)
Como indicação geográfica 1:
Onde fica essa MERDA?

2) Como indicação geográfica 2: 
Vá a MERDA!

3) Como indicação geográfica 3:
18:00h - vou embora dessa MERDA.

4) Como substantivo qualificativo:
Você é um MERDA!

5) Como auxiliar quantitativo:
Trabalho pra caramba e não ganho MERDA nenhuma!

6) Como indicador de especialização profissional:
Ele só faz MERDA.

7) Como indicativo de MBA:
Ele faz muita MERDA.

8) Como sinônimo de covarde:
Seu MERDA!

9) Como questionamento dirigido:
Fez MERDA, né?

10) Como indicador visual:
Não se enxerga MERDA nenhuma!

11) Como elemento de indicação do caminho a ser percorrido:
Por que você não vai a MERDA?

12) Como especulação de conhecimento e surpresa:
Que MERDA é essa?

13) Como constatação da situação financeira de um indivíduo:
Ele está na MERDA...

14) Como indicador de ressentimento natalino:
Não ganhei MERDA nenhuma de presente!

15) Como indicador de admiração:
Puta MERDA!

16) Como indicador de rejeição:
Puta MERDA!

17) Como indicador de espécie:
O que esse MERDA pensa que é?

18) Como indicador de continuidade:
Tô na mesma MERDA de sempre.

19) Como indicador de desordem:
Tá tudo uma MERDA!

20) Como constatação científica dos resultados da alquimia:
Tudo o que ele toca vira MERDA!

21) Como resultado aplicativo:
Deu MERDA.

22) Como indicador de performance esportiva :
O Grêmio não está jogando MERDA nenhuma!

23) Como constatação negativa:
Que MERDA!

24) Como classificação literária:
Êita textinho de MERDA!

25) Como situação de 'orgulho/metidez' :
Ela se acha o tal e não tem 'MERDA NENHUMA!'


26 ) Como constatação de fato:
'Ele não é pouca Merda não'

27) Como indicativo de ocupação:
Para você ter lido até aqui, é sinal que não está fazendo MERDA nenhuma!


Mais Artigos...
Banner