Home

Destaque

A CRISE DO BRASIL: VISÃO ESPÍRITA

“Quanto caos se vê instalar entre este povo feliz que é o brasileiro, que luta com o labor do dia a dia para que o pão não lhe falte a mesa.

Este povo heroico que busca pela luta armada a solução infeliz de seus problemas, colocando ao lado das razões os sentimentos mais nobres que devem guiá-los, de compaixão e de fé.
São filhos gentis desse solo amoroso que os acolhe com as mãos estendidas em busca da sua compreensão para que se faça no horizonte a pátria amada do Cristo, que deseja que aí seja o coração do seu evangelho de paz e de luz.
Não sejamos ingratos à mãe gentil desse solo fecundo e infinito de brilho e de paz que pelo diálogo encontrará o caminho certo de direção.
Toda e qualquer forma de violência não é bem vista aos olhos do Criador, que antes aguarda a renúncia do que a luta violenta, pois somente a primeira revela a vontade firme que devemos ter de nos submetermos a sua infinita e sábia bondade.
Não pensem que neste solo gentil há irmãos abandonados da misericórdia divina, todos somos assistidos por sua luz e generosidade, por isso o erro não deve ser pago com outro erro tão pior quanto, mas sim pela compreensão e pela intenção justa e fiel de educar aqueles que transgridam as leis humanas e da divindade.
Assim sejamos hoje, todos nós brasileiros ou não, que vivem neste solo gentil e fértil, portadores da paz e não da luta, mas que o dialogo seja o caminho de união e de luz e que a vontade de Deus seja aquela a ser respeitada, pois assim conhecerá na oportunidade certa os seus sábios desígnios.
Por isso não se coloquem à luta, mas sejam mansos e pacíficos, pois assim conhecerão no porvir o reino de Deus, e amanhã na terra a nova era terá início, e nesta pátria de luz o evangelho há de expandir infinitamente o seu brilho e sua sabedoria.
Não será pela mão que fere ou que agride que haverá adiante a paz, pois aquele que assim se guia já não pode ser o crítico do erro, pois como ele comunga dos mesmos ideais, sem alterar o rumo pela sabedoria e pelo acerto, que virá sempre, seguramente, pelo exemplo externado em ações simples e concretas, no campo do dialogo e do entendimento.
Não lastimem o passado que os agride, mas sim o presente que não permite a melhora quando o caminho é o erro que não os eleva, mas traz de volta os altos preços pagos em momentos antes difíceis.
Não repitam os erros, eduquem-se e saibam que até hoje não houve crise cuja violência houvesse sanado, pois troca-se o líder tirano por outro tão cego e egoísta quanto.
Somente haverá bondade e paz quando este houver sido o caminho de busca das soluções e não a fúria ou a raiva.
Por serem confiantes os governantes não pesam os seus atos, mas de Deus ninguém pode esconder nenhuma de suas ações, nem sequer os piores pensamentos, pois Ele sabe como e quando deve agir para que a direção dos acontecimentos novamente encontre o rumo da retidão de caráter.
Confiem meus irmãos nos desígnios do Criador e sejam sempre antes o pacificador do que aquele que pelo erro busca consertar outro tão maior quanto pior.
Somente a luz ilumina o pântano e a escuridão, não será ao contrário que obterão a paz, por isso sejam aqueles que levam a compreensão, o amor e entendimento e não a luta e a força contra tudo aquilo que somente ao Criador cabe a compreensão devida dos acontecimentos e de suas consequências boas ou ruins.
Não estou aqui pedindo que se omitam, mas sim inofensivos como as pombas, sagazes como a serpentes, pois nela lição Jesus nos educa o caminho a seguir, ou seja, lutem através das ideias, pelo dialogo, pela força política, mas jamais pela violência ou pela fúria, pois assim ao contrário de luz e paz encontrarão mais trevas e sofrimento.
Saibam que não há nada cuja a vontade soberana de Deus não esteja presente, por isso confiem, trabalhem e creiam que tudo passa e que somente o bem há de mostrar as belezas dos seus frutos a toda a humanidade, sobretudo a esta pátria generosa do evangelho.
Assim coloquem-se de prontidão, capazes de renunciarem a si mesmo, mas sempre na busca da luz, da paz e da solução pelas mãos do amor e do respeito, rejeitando o caos e a violência que em nada contribuirá para nova era que se aproxima, de mais retidão e bondade.
Lutem meus irmãos, mas contra tudo aquilo que os entravam ao caminho da luz e do bem, e sigam com os seus corações como passageiros de uma viagem de paz e amor em direção ao bem de toda uma nação, pela ação generosa da compreensão e do dialogo, mostrando a todos que somos verdadeiramente a pátria do evangelho e não do erro.
Que assim seja, na paz do Cristo.
FONTE: Pedro Paulo e Ana.”
Postado por André Luiz Sardinha(SPIRITBOOK)

ABUSO DE AUTORIDADE

Infelizmente no Brasil, todos querem ser autoridades. Mas, muitos  quando dizem: "Sabe com quem está falando?": Não passam de "ortoridade".

Por: Roy Lacerda.

 

Juiz Marcelo Baldochi, de Imperatriz (MA)





Juiz chamou funcionário da TAM de 'vagabundo' e 'm...', diz testemunha
Uma testemunha que presenciou toda a confusão envolvendo o juiz Marcelo Baldochi e funcionários da TAM, no aeroporto de Imperatriz (MA), no último sábado (6), afirmou que o magistrado não restringiu a dar voz de prisão a três agentes, como também teria os humilhado.
"Ele se alterou, chamou o atendente de vagabundo, disse que eles eram uns 'merdas'. Ele parou o aeroporto, e todo mundo se revoltou contra ele. Ele os humilhou, foi triste", contou a mulher, que acompanhava o namorado no momento em que a confusão ocorreu.
A testemunha afirmou que Baldochi chegou a pedir ao atendente para que o piloto o esperasse para embarcar, mas recebeu uma ordem negativa. "Ele então inventou lá uma lei e disse que era desacato ao consumidor e então invadiu a área restrita da TAM. O primeiro atendente, ele mandou ficar no cantinho da sala, dizendo que estava preso", afirmou.
Ainda segundo a testemunha, na saída do aeroporto, já com a chegada da Polícia Militar, os funcionários da TAM foram conduzidos de táxi até a delegacia e não foram algemados.
"O juiz disse que precisava viajar com urgência para ir a um velório. Ele batia no balcão e gritava: 'eu quero o meu dinheiro da passagem de volta em dobro'. Fez aquilo tudo para aparecer, para abusar do poder", completou.
A testemunha entrevistada nesta reportagem entrou em contato com o UOL via Whatsapp (11 - 97500-1925).
O vídeo que publicado nesta reportagem foi enviado por ela, e gravado pelo irmão – que também estava no aeroporto no momento da confusão.
A delegada adjunta do 3º Distrito Policial de Imperatriz (MA), Virginia Loiola, afirmou que ainda aguarda a ida de Baldochi para dar prosseguimento às investigações sobre o boletim de ocorrência aberto no último sábado.
Segundo a delegada, o registro da ocorrência foi feito por telefone por um advogado acionado por Baldochi, sem mais detalhes. "Ele pediu pra registrar o boletim com base no artigo 76 do Código de Defesa do Consumidor. Estamos aguardando o comparecimento do juiz para que ele dê prosseguimento ao caso", informou.
O artigo 76 fala dos agravantes dos crimes tipificados no código e prevê punição a quem ocasionar "grave dano individual".
Para a delegada, ainda não está claro que tipo de crime teria sido cometido no caso. "O avião decolou normalmente, os motores não foram desligados e o juiz foi acomodado pela própria própria TAM", afirmou.
A delegada afirmou que os funcionários da TAM levados à delegacia no sábado não chegaram a prestar depoimento porque não havia queixa formal. "Eles não foram ouvidos; apenas foi registrado o boletim. Nada mais", disse.
Segundo a delegada, dois dos funcionários procuraram a polícia nesta terça-feira (9) para pedir esclarecimentos, mas não prestaram boletim de ocorrência por ordem da empresa.
"Os funcionários estão, de certo modo, indignados porque o juiz os humilhou publicamente, mas não prestaram queixa", disse.
O UOL conseguiu contato com um dos funcionários detidos por ordem do juiz. Ele informou que a empresa está à frente das ações em resposta ao juiz e que a TAM teria solicitado que eles não dessem mais detalhes sobre o assunto.
A reportagem ainda não conseguiu localizar o juiz Marcelo Baldochi. Uma funcionária da 4ª Vara Cível de Imperatriz, onde o juiz é titular, informou que ele não iria comparecer ao trabalho nesta terça-feira (4).
Fonte: UOL.

TOMARA QUE DEUS NÃO EXISTA!

 



Brasil, um país onde não apenas o Rei está nu. Todos os Poderes e Instituiç?es estão nus, e o pior é que todos perderam a vergonha de andarem nus. E nós, o Procuradores da República, e eles, os Magistrados, teremos o vergonhoso privilégio de recebermos R$ 4.300,00 reais de "auxílio moradia", num país onde a Constituição Federal determina que o salário mínimo deva ser suficiente para uma vida digna, incluindo alimentação, transporte, MORADIA, e até LAZER.

A Partir de agora, no serviço público, nós, Procuradores da República, e eles, os Magistrados, teremos a exclusividade de poder conjugar nas primeiras pessoas o verbo MORAR. Fica combinado que, doravante, o resto da choldra do funcionalismo não vai mais "morar". Eles irão apenas se "esconder" em algum buraco, pois morar passou a ser privilégio de uma casta superior.
Tomara que Deus não exista... Penso como seria complicado, depois de minha morte (e mesmo eu sendo um ser superior, um Procurador da República, estou certo que a morte virá para todos), ter que explicar a Deus que esse vergonhoso auxílio-moradia era justo e moral.
Como seria difícil tentar convencê-Lo (a ?Ele, Deus) que eu, DEFENSOR da Constituição e das Leis, guardião do prinípio da igualdade e baluarte da moralidade, como é que eu, vestal do templo da Justiça, cheguei a tal ponto, a esse ponto de me deliciar nesse deslavado jabá, chamado auxílio-moradia.
Tomara, mas tomara mesmo que Deus não exista, porque Ele sabe que eu tenho casa própria, como de resto têm quase todos os Procuradores e Magistrados e que, no fundo de nossas consciências, todos nós sabemos, e muito bem, o que estamos prestes a fazer.
Mas, pensando bem, o Inferno não haverá de ser assim tão desagradável como dizem, pois lá, estarei na agradável companhia de meus amigos Procuradores, Promotores e Magistrados. Poderemos passar a eternidade debatendo intrincadas teses jurídicas sobre igualdade, fraternidade, justiça, moralidade e quejandos. Como dizia Nelson Rodrigues, toda nudez será castigada! 
(
FONTE:DAVY LINCOLN ROCHA
Procurador da República
Joinville SC
)

 

MORDAÇA NA IMPRENSA

N.E. O atual presidente do STE, no passado era advogado do José "mensalinho" Dirceu.

TSE proíbe Veja de fazer propaganda de capa com acusações a Lula e Dilma.


BRASÍLIA (Reuters).

- O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu, em caráter liminar, que a revista Veja faça propaganda da capa da edição desta semana que acusa a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de terem conhecimento do suposto esquema de corrupção na Petrobras .
Ao ressaltar que a edição do veículo foi antecipada para a sexta-feira, o ministro Admar Gozaga aceitou na sexta-feira à noite o pedido da campanha do PT para que a propaganda da revista fosse suspensa, argumentando em sua decisão que a propagação da capa "poderá transformar a veiculação em verdadeiro panfletário de campanha".
"No período eleitoral, compete a este Tribunal Superior velar pela preservação da isonomia entre os candidatos que disputam o pleito", afirmou o ministro em sua decisão.
"Desse modo, ainda que a divulgação da Revista Veja apresente nítidos propósitos comerciais, os contornos de propaganda eleitoral, a meu ver, atraem a incidência da legislação eleitoral, por consubstanciar interferência indevida e grave em detrimento de uma das candidaturas", acrescentou Gonzaga.
A representação do PT pedia a suspensão da propaganda na TV, rádio, outdoors e link patrocinado com base na legislação eleitoral, que restringe a propaganda eleitoral ao horário gratuito e veda a veiculação de propaganda paga.
A Veja desta semana traz reportagem com o que seria declaração do doleiro Alberto Youssef, em depoimento à Polícia Federal, dizendo que tanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como a presidente Dilma Rousseff saberiam do suposto esquema de corrupção na Petrobras.
Não foi possível falar imediatamente com representantes da revista Veja ou da editoria Abril.
O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, usou o último programa do horário eleitoral obrigatório para destacar denúncia da revista Veja contra a presidente Dilma Rousseff, cuja propaganda rebateu as acusações.

(Reportagem de Maria Ca Leia mais em: http://zip.net/bmp1pz

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL DO BRASIL

Por que o Brasil precisa de mudanças

Os eleitores devem abandonar Dilma Rousseff e eleger Aécio Neves

Em 2010, quando os brasileiros elegeram Dilma Rousseff como presidente, o país parecia finalmente estar à altura de seu enorme potencial. A economia cresceu 7,5% naquele ano, a criação do selo de oito anos de crescimento mais rápido e uma queda acentuada na pobreza sob Luiz Inácio Lula da Silva, mentor político de Dilma Rousseff eo líder do Partido dos Trabalhadores de centro-esquerda (PT). Mas quatro anos depois que a promessa desapareceu. Sob Dilma Rousseff a economia estagnou eo progresso social diminuiu. Sanções-hit Rússia de lado, o Brasil é, de longe, o performer mais fraco do Bric de grandes economias emergentes. Em junho de 2013 mais de um milhão de brasileiros saíram às ruas para protestar contra serviços públicos ruins e corrupção política.

Desde que os protestos nas urnas mostraram que dois terços dos entrevistados quer que o próximo presidente seja diferente. Assim, pode tê-los esperado para fora do relvado Rousseff no primeiro turno das eleições presidenciais do país em 05 de outubro.No evento, ela garantiu 41,6% dos votos e continua a ser o estreito favorito para ganhar a eleição de segundo turno em 26 de outubro. Isso ocorre principalmente porque a maioria dos brasileiros ainda não sentiu o frio econômica em suas vidas diárias, embora breve. E é em parte porque o seu adversário, Aécio Neves do partido de centro-direita da Social Democracia Brasileira (PSDB), que conquistou 33,6%, tem se esforçado para convencer os brasileiros mais pobres que as reformas que ele defende-o que o país precisa-se urgentemente benefício e do que prejudicá-los. Se o Brasil é para evitar mais quatro anos de deriva, é vital que ele consegue fazê-lo.

A campanha derrubou pelo destino

Tarefa do Sr. Neves foi dificultado por uma campanha marcada pela tragédia e derrubou pelo destino, tão dramático como um brasileiro telenovela . Dois meses atrás, o terceiro colocado candidato, Eduardo Campos, morreu em um acidente de avião a caminho de um comício. Sua ex-companheira de chapa e substituição, Marina Silva, subiu para a liderança nas pesquisas. Um ambientalista, Marina Silva é o queridinho dos manifestantes, o símbolo de uma "nova política". Mas atraente apesar de sua falta de uma máquina política pode ter parecido, era uma responsabilidade. Confrontado com ataques às vezes desleais de Dilma Rousseff, Marina Silva oscilou. Não ajudou que ela é uma protestante evangélica em que ainda é um país de maioria católica. No final, a sua parte de 21% dos votos era quase maior do que ela conseguiu em 2010 ao invés de uma "nova política", o segundo turno vai repetir a batalha entre o PT eo PSDB que definiu as eleições presidenciais tudo do Brasil desde 1994 .

Neste concurso, o principal trunfo da Dilma é a gratidão popular para o pleno emprego, salários mais altos e uma embreagem de eficazes programas-não sociais apenas os do Bolsa Família cash-transferências, mas habitação de baixo custo, bolsas de estudo e programas rurais de energia elétrica e de água no pobre Nordeste. Estas são conquistas reais. Mas ao lado deles são maiores, mas menos palpável, falhas, tanto na economia e na política.

A economia mundial conturbada e no final do grande boom de commodities (ver artigo ) prejudicaram o Brasil. Mas tem se saído pior do que os seus vizinhos latino-americanos.Intromissão constante de Dilma nas políticas macroeconômicas e as tentativas de Micromanage o setor privado ter visto investimento cair. Ela tem feito alguns esforços para resolver os problemas estruturais do Brasil: a sua infra-estrutura precária, altos custos do sistema fiscal punitiva, montanhas de burocracia e um código de trabalho rígido copiado de Mussolini.

Em vez disso, ela reviveu estado corporativo do Brasil, servindo-se favores para iniciados, como incentivos fiscais e empréstimos subsidiados de bancos estatais inchadas. Ela prejudicou tanto a Petrobras, a companhia estatal de petróleo, ea indústria de etanol, mantendo pressionado o preço da gasolina para mitigar o impacto inflacionário de sua política fiscal frouxa. Um escândalo de corrupção na Petrobras salienta que é o PT, e não os seus opositores como reivindicações Rousseff, que não se pode confiar com o que antes era uma jóia nacional.

Este estado corporativo de insiders vorazes é simbolizado pela grande coalizão absurdamente de Rousseff, e seu gabinete de 39 membros. Custa brasileiros cerca de 36% do PIB em impostos, muito maior do que em outros países em estágio similar de desenvolvimento. Não admira que o governo tem sido incapaz de encontrar o dinheiro extra para cuidados de saúde e de transporte que os manifestantes exigiram. E o que é pior, Dilma Rousseff, que não tem contato político de Lula, não mostra sinais de ter aprendido com seus erros.

Mais do mesmo não vai mais fazer

Dilma retira força das falhas do Sr. Neves como candidato. Insinuação infundada da esquerda que iria machado Bolsa Família foi preso porque ele é um membro da política estabelecimento-avô do Brasil morreu na véspera de se tornar presidente, em 1985, e ele carrega um sopro da velha política: como governador de Minas Gerais, ele foi encontrado por ter gasto dinheiro público em uma pista de cidade pequena, que só acontece de ser perto de sua fazenda. Durante os últimos 12 anos Lula, que ainda tem o ouvido dos pobres, tem caricaturado o PSDB como um partido de gatos gordos sem coração.

No entanto, as políticas do Sr. Neves beneficiaria brasileiros pobres, bem como os prósperos. Ele promete colocar o país de volta no caminho do crescimento econômico.Seu registro, ea de seu partido, faz sua reivindicação credível. Nos presidências de Fernando Henrique Cardoso na década de 1990, o PSDB venceu a inflação e lançou as bases para o progresso recente do Brasil; e em dois mandatos como governador, o Sr. Neves transformou Minas Gerais, segundo mais populoso estado do Brasil, a partir de uma cesta-caso financeiro em um exemplo de boa administração com algumas das melhores escolas do país. Ele fez isso em grande parte, cortando a burocracia. Ele tem uma equipe impressionante de conselheiros liderados por Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, que é respeitado por investidores. Bem como um retorno à políticas macroeconómicas sólidas, a promessa da equipe para reduzir o número de ministérios, tornar o Congresso mais responsáveis ??perante os eleitores, simplificar o sistema fiscal e aumentar o investimento privado em infra-estrutura.

Sr. Neves merece ganhar. Ele lutou uma campanha tenaz e provou que ele pode fazer suas políticas econômicas trabalho. A maior ameaça para os programas sociais é a má gestão da economia do PT. Com sorte o aval de Marina Silva, ex-petista nascido na pobreza, deve reforçar o seu caso. O Brasil precisa de crescimento e melhor governo.Sr. Neves é mais provável para entregar estes do que Dilma Rousseff é.

FONTE;  THE ECONOMIST

Mais Artigos...
Banner