Home

FLORAIS e as CÒLICAS MENSTRUAIS

Florais e as cólicas menstruais

Primeiramente daremos ênfase à causa metafísica.


Metafisicamente são vários os fatores que podem interferir nos ciclos menstruais. 

São eles: a não aceitação da sua condição feminina; encarar a menstruação como um problema, que a impede de usufruir algumas ocasiões que coincidam com o período menstrual.
A mulher passa a não ter boa referência dessas fases do seu calendário pessoal, bloqueando a integração consigo mesma. 
Esses conflitos, da relação consigo, são projetados nos relacionamentos interpessoais e afetivos, 
gerando bloqueios de entrega ao parceiro, bem como a dificuldade de aceitação das características dos outros.
Uma adolescente que entra na puberdade trazendo em seu interior apego às sensações infantis,  com medo do amadurecimento e das responsabilidades que envolvem essa nova fase, poderá desenvolver várias complicações emocionais, consequentemente,
menstruais. Alguns outros sinais são evidentes nas mulheres que não fazem uma boa transição da infância para a maturidade; elas apresentam expressões infantis na fala e no comportamento. Tudo aquilo que exige atitudes maduras de sua parte será prorrogado emvirtude da sua imaturidade emocional.
A orientação sexual recebida na adolescência contribui significativamente para a formação emocional da mulher. Informações exageradas em relação à higiene e com excesso de moralismo, como ter que lavar as mãos todas as vezes que for trocar o absorvente íntimo; ter que corrigir até a maneira de sentar-se na frente dos outros; não poder mais brincar com os meninos como antes, etc., são nocivas. Caso a adolescente, ao receber essas informações, dê importância a isso tudo, poderá reprimir sua espontaneidade e desenvolver a crença de que a menstruação é suja.
Acreditando nisso quando se encontra menstruada, a mulher sente-se feia e suja, imediatamente procura isolar-se dos outros, até mesmo do próprio parceiro. A sensação de sujeira facilmente é projetada no sexo; a mulher passa a encará-lo como impuro e selvagem. É comum essas mulheres apresentarem mania de limpeza também na casa.
Para sanar os problemas menstruais é imprescindível que as mulheres reformulem sua concepção de feminilidade, aceitando sua condição de mulher. E, ainda, não façam tanto drama diante do novo.
Aceitar o fato de que na vida tudo tem um início, meio e fim. 
Encarar o término de um ciclo de vida como o início de um novo processo que compõe a experiência humana.
(fonte: Metafísica da Saúde - vol II - Valcapelli e Luiz Antonio Gastaretto)

Os florais para cuidar desses aspectos são:

Anis – aflorar o que já está contido no seu verdadeiro Ser.

Laurus Nobilis – reconhecimento dos medos mais profundos, libertação dos medos infundados, condicionamentos impingidos pela religião, sociedade e pela própria história.

Purpureum – Traz alinhamento.

Mangifera – Que o obstáculo se resolva por si próprio.

Lótus-Magnólia – Estado mental equilibrado que dá a visão da perfeição Divina em todas as coisas, compreendendo o desígnio Divino.

Leucantha – energia feminina

Banner